17/08/2022

Mercado de seguros pagou R$ 4,5 bi em benefícios no 1° quadrimestre

Números são do último levantamento da Fenaprevi acerca dos sinistros de seguros de pessoas. Setor somou R$ 18 bilhões em prêmios no período
chubb

O último relatório consolidado da Fenaprevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida), com base nos dados da Susep (Superintendência de Seguros Privados), informa que nos quatro primeiros meses de 2022 o setor alcançou R$ 17,6 bilhões em prêmios dos seguros de pessoas, um aumento de 10,9% em relação ao ano anterior.

De acordo com a Fenaprevi, continua alto o volume de benefícios pagos aos segurados: de janeiro a abril foram R$ 4,5 bilhões em sinistros, considerado pela entidade um resultado ainda em patamar elevado (superior aos níveis de 2019), e que vem sendo observado desde o início da pandemia de Covid-19, embora o levantamento tenha apresentado uma redução de 20,6% em valores.

Ramos ganham destaque

A leitura do quadrimestre também demonstrou que a procura pelos seguros de Vida, contra Doenças Graves e o de Funeral continua aumentando, obtendo alta nos prêmios de 17%, 21,1% e 17,1%, respectivamente. Produtos que tiveram sua importância ampliada nos dois anos de pandemia, conforme se verifica nos relatórios publicados pela Federação no intervalo.

Para a Fenaprevi, os dados podem indicar um “aumento da preocupação do brasileiro com situações tais como deixar a família sem condições de se manter e de não ter como pagar tratamento médico”, relatadas em pesquisa encomendada pela instituição ao Datafolha, no final de 2021.

Resultado mensal

Especificamente, em abril (análise mensal), foram arrecadados R$ 4,5 bilhões em prêmios, 11% maior quando comparado ao mesmo mês de 2021. Já em sinistros houve R$ 1,1 bilhão em acertos, valor 38,5% menor do que o ano anterior, porém considerado elevado em relação aos números pré-pandêmicos.

N.F.
Revista Apólice