13/08/2022

MetLife adota análise automática de riscos nas propostas de seguro de vida 

Com o processo 100% digital, a empresa levará mais rapidez e facilidade para o dia a dia do corretor e dos parceiros comerciais
bradesco

A MetLife passou a disponibilizar a análise automática de riscos para todos os seus parceiros, sejam eles bancos, assessorias de investimentos ou corretoras, que comercializam os seguros de vida individuais Vida Segura e Vida Total. Com isso, o processo de análise de subscrição passa a ser 100% digital, o que agiliza e dá mais qualidade à decisão da aceitação de propostas que tenham agravos mapeados ou análises mais simples, que antes passavam pela mão de algum analista obrigatoriamente.

A novidade é fruto de uma parceria firmada entre a seguradora e a Munich Re. Primeiramente implementada em projeto piloto, a novidade foi testada por um período de 04 meses, e já reflete em 65% de redução das solicitações de pendências e na aprovação de mais de 75% das propostas em até 24 horas.

“Nosso objetivo é, não só aumentar a quantidade de propostas analisadas, mas também oferecer uma maior qualidade na decisão da subscrição, ajudando nossos parceiros a expandirem seus negócios em um período mais curto. Com a iniciativa, a subscrição pode ser feita e a apólice emitida no mesmo dia”, comenta Paulo Hussar, superintendente de Projetos da MetLife Brasil.

O underwriting, ou processo de subscrição, é a contínua análise dos dados dos possíveis clientes para precificação, avaliação, aceitação ou recusa por parte da seguradora, e já é realizado pela companhia há mais de 10 anos. Normalmente ele é feito por pessoas que, ao receberem as propostas, analisam todos os dados e calculam os riscos.

Com a automatização e digitalização desta avaliação, a MetLife deixa de depender apenas do “capital humano”, o que leva a um ganho de produtividade, e proporciona o acesso a um volume de dados maior e mais completo em tempo real, possibilitando uma rápida tomada de decisão. Entre os itens que serão avaliados com o uso do sistema, estão: capacidade financeira, hobbies, esportes e a saúde (ou parte médica) dos possíveis segurados.

N.F.
Revista Apólice