14/08/2022

CVG-RJ promove evento em homenagem ao superintendente da Susep

Mais de 150 pessoas participaram do primeiro encontro entre Alexandre Camillo e executivos do mercado do Rio de Janeiro
susep
(FOTO: Danielle Medeiros)

Mais de 150 pessoas participaram desse primeiro encontro de Alexandre Camillo com profissionais e executivos do mercado do Rio de Janeiro. “É um prazer reverenciar um líder do mercado neste primeiro grande encontro no pós-pandemia. Eu conheço o Camillo há 25 anos e sempre o vi tratando as pessoas com carinho e educação extrema. Tenho certeza que, em sua gestão, vai intensificar o diálogo com o mercado”, afirmou o presidente do CVG-RJ (Clube Vida em Grupo do Rio de Janeiro), Octávio Perissé.

Ele se disse “muito feliz” em receber o superintendente da Susep neste momento em que o mercado do Rio de Janeiro busca se reerguer. “Ter ideias novas na Susep trará coisas importantes para o mercado. Camillo, o Clube é sua casa”, acrescentou Perissé.

A saudação a Camillo foi feita pelo Secretário do Conselho Consultivo do CVG-RJ, Ademir Marins, que destacou a relevância de se ter no comando da Susep um profissional competente e que conhece, como poucos, o mercado de seguros. “Com toda a certeza, saberá usar, na medida certa, os ingredientes mais adequados para que o nosso setor cresça em bases sustentáveis e, principalmente, sem sobressaltos. Com o Camillo na Susep, voltamos a trafegar por uma estrada segura e reta. A viagem do nosso setor não mais será feita por estradas sinuosas ou atalhos desconhecidos”, acentuou Marins.

Em agradecimento à homenagem, o superintendente da Susep assegurou que vê como missão manter a entidade aberta ao diálogo visando a consolidação de um mercado mais estável e seguro. “Trabalhamos para que haja um ambiente mais saudável e o setor possa empreender e investir com tranquilidade”, salientou.

Camillo disse ainda que o mercado de seguros brasileiro tem “enorme potencial”. Para ele, o setor é transparente e moderno. “Há outra percepção da sociedade sobre o seguro. O mercado, após a pandemia, é visto como o melhor instrumento de proteção. Os números do setor traduzem isso”, pontuou.

Ele lembrou também que a humanidade nunca esteve tão exposta ao risco como agora, seja por questões climáticas, ameaças de pandemias ou riscos gerados pela tecnologia.

Nesse contexto, enfatizou a importância de o setor proteger adequadamente a sociedade. “O nosso desejo é colocar o mercado de seguros em uma rota assertiva, independente dos humores ou perfis de quem esteja no comando da Susep”, afirmou.

Camillo foi saudado ainda por lideranças como os presidentes da CNseg (Confederação Nacional das Seguradoras), Marcio Coriolano, e do Sincor-RJ (Sindicato dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro), Henrique Brandão, que destacaram a importância da Susep ser comandada agora por um profissional experiente, qualificado e que conhece o mercado.

Também presente ao encontro, o deputado federal Hugo Leal, elogiou o homenageado e se pôs à disposição para ajudar o mercado de seguros no Congresso Nacional. No final do evento, o superintendente da Susep recebeu uma placa comemorativa de Perissé.

N.F.
Revista Apólice