10/08/2022

‘Seguro de vida é sinônimo de prevenção e cuidado’, afirma especialista

Segundo Wesley Andrade, da Porto, além do suporte em casos de morte, o produto garante uma proteção financeira em diversas situações
microsseguros

Ao contrário do que muitos imaginam, o seguro de vida não é utilizado somente para morte natural ou acidental do segurado. Longe disso. Como o próprio nome diz, o seguro tem coberturas que podem ser utilizadas ainda em vida. Afinal, pode ser que o cliente precise acionar os valores de indenização em caso de problemas de saúde, acidentes, cirurgias ou até transplantes.

Nesses casos, os seguros de vida são bons “salva-vidas”. Isso porque as coberturas são variadas, e o pagamento do capital segurado aos beneficiários após morte ou a disponibilização de indenização para auxílio funeral são só parte de uma lista de casos inclusos.

“Seguro de vida é sinônimo de prevenção e cuidado com a vida, e diferente do que muitos pensam não é somente relacionado a acidentes ou quadros fatais. Não é só para casos de morte. É como uma poupança para necessidades da vida, como emergências de saúde e momentos de impossibilidade para trabalhar. Ou seja, o assegurado nunca irá se sentir desamparado. Já pensou precisar fazer uma cirurgia de urgência ou sofrer um acidente que te incapacite por longos períodos? Como se sustentar sem o trabalho? O seguro também te ajuda nisso. Não é prever gastos ou infelicidades futuras, afinal, nunca se sabe quando haverá uma, é garantir tranquilidade para si e seus familiares, caso haja”, explica Wesley Andrade, head na Sucursal de Minas Gerais da Porto Seguro.

Além disso, a seguradora oferece planos que podem ser personalizados de acordo com a necessidade e cobertura que mais faz sentido para a fase de vida do cliente. Tudo isso com o “Vida do Seu Jeito”, que ainda oferece o benefício, sem custos adicionais, de telemedicina, ou seja, um ano de serviços com orientação médica à distância feita por profissionais da saúde do Hospital Albert Einstein, 24 horas por dia, 7 dias por semana, por meio de videochamada.

Engana-se quem pensa que um seguro de vida é muito caro e de difícil acesso. O preço pode variar de acordo com o perfil do segurado, mas sempre há opções que cabem no bolso. “O Porto Vida On, por exemplo, tem valores de contratação a partir de R$ 10,20 por mês, com uma experiência 100% digital o próprio cliente pode entrar no site e fazer a sua adesão de forma simples e ágil”, explica Andrade.

N.F.
Revista Apólice