14/08/2022

Transformação tecnológica traz respostas que as seguradoras necessitam

Estudo da Capco analisou cenário atual e impactos da pandemia no mercado de seguros, além de casos reais que melhoraram processos nas empresas
europ

A evolução tecnológica sem precedentes dos últimos anos, somada às exigências dos consumidores por excelência em atendimento e serviços, já vinham causando uma verdadeira disrupção em todas as organizações, mas a pandemia de Covid-19 acelerou esse processo de transformação digital, inclusive no setor de seguros.

Para demonstrar como a transformação tecnológica pode trazer respostas eficientes e rápidas para a evolução exigida no aprimoramento desse setor, a NEOS, consultoria de gestão de empresas de seguros e que é parte do Grupo Capco, consultoria global de tecnologia e gestão do setor financeiro, realizou o estudo “Using Digital to Transform Finance in Insurance – Six Steps to Drive The Digital Transformation of Finance” (Usando o Digital para Transformar as Finanças em Seguros – Seis passos para Impulsionar a Transformação Digital das Finanças).

Os autores Ernst Renner e Wayne Locke, especialistas da Capco, apresentam casos reais em que a NEOS trabalhou e que apontam que a transformação digital das finanças deveria estar no topo da agenda de mudanças para a maioria das seguradoras. E de forma ainda mais intensa no mundo pós-Covid.

O atual cenário trouxe mais competição entre fintechs e gigantes de tecnologia e também no segmento de seguros. Assim, é preciso ter novas habilidades digitais para enfrentar as mudanças regulatórias pendentes e necessárias para atender o sensível escopo do setor. A automação já é largamente usada para reduzir custos e melhorar a precisão das operações, porém, as mudanças cada vez mais precisam ir além de conectar mecanismos robotizados de automação.

“A transformação financeira agora é entendida como uma forma de ajudar as companhias de seguros a impulsionar produtos e processos de inovação, atender a complexa reforma regulatória e criar valor não apenas para um amplo portfólio de stakeholders, mas para toda a sociedade”, destaca Locke.

Um dos cases no estudo da NEOS/Capco foi o de uma seguradora global e líder no segmento que precisava melhorar o gerenciamento de seu programa de dados. O objetivo era gerar análises mais rápidas para dar melhor suporte ao cliente, com mais detalhes também e gerar insights para aprimorar produtos e serviços. Por meio da entrega de processos automatizados foi implantado um data lake, ou seja, um repositório quantidades grandes e variadas de dados brutos. E também um data warehouse, onde estão dados organizados. Além isso foi formatado um caminho seguro de migração de relatórios e informações, que é a chave para o novo data lake.

Entre os principais resultados do projeto estão maior agilidade na produção de componentes analíticos, a redução do tempo de ciclo de relatórios importantes e, ao mesmo tempo, esses documentos passaram a ter mais detalhes. Houve, portanto, um aumento na eficiência e precisão analítica.

“As empresas de seguros, em todas as linhas, estão investindo fortemente em desenvolvimento de produtos pioneiros, adquirindo e alienando linhas de negócios em um ritmo nunca visto na indústria, para responder à crescente supervisão regulatória e respondendo a pedidos de iniciativas ESG”, explica Renner.

A criação de uma solução para dar conta de demandas globais, adaptando um programa norte-americano para testes de integração com outros sistemas, foi o desafio do segundo case, de uma resseguradora com atuação global. Ao longo de 12 meses, a Capco implementou uma solução de armazenamento de dados em nuvem baseada no Azure para entregar continuamente dados financeiros da América do Norte em um mecanismo de cálculo centralizado do programa original americano.

Foi estabelecido, ainda, um modelo de entrega interativo para abordar várias alterações no modelo de dados do mecanismo de cálculo, o que resultou em uma revisão consistente do processo de extração, transformação e carregamento para reconfigurar os dados contábeis e atuariais. A NEOS/Capco também desenvolveu um modelo operacional de alto nível para orientar os negócios e atividades de tecnologia

Como resultado, foi criada uma solução totalmente integrada e sob medida para relatórios financeiros; uma plataforma de dados estratégicos que atende os requisitos, ao mesmo tempo em que cria capacidade para atender às necessidades futuras de análise de dados e relatórios; desenvolveu um modelo operacional de alto nível para orientar atividades de relatórios de negócios e tecnologia e permitiu rastreabilidade e governança de dados aprimorados e funções dentro dos armazenamentos seguros da organização e procedimentos e pacotes sistematizados que podem ser reutilizados para relatórios e análises futuras.

Para os autores do estudo, as seguradoras não precisam apenas de ferramentas e recursos digitais para atender a esses imperativos, mas também de uma organização ágil e de uma estrutura que facilite a tomada de decisões, aproximando-as do cliente e, principalmente, fornecendo suporte para suas necessidades.

Para consultar ao estudo em sua íntegra, acesse aqui.

N.F.
Revista Apólice