20/05/2022

Morre Nilson Arello Barbosa, ex-mentor do CCS-SP

CCS
Nilson Arello Barbosa

O CCS-SP (Clube dos Corretores de Seguros de São Paulo) comunicou, com enorme pesar, o falecimento do seu ex-mentor Nilson Arello Barbosa, ocorrido na quarta-feira, 19 de janeiro. O velório aconteceu nesta quinta-feira (20), às 12hrs, e o sepultamento às 16h no Cemitério do Araçá, na Av. Dr. Arnaldo, 300, Pacaembu.

Barbosa iniciou sua carreira em seguros na corretora Porto Nazareth, como office boy, em 1968. Passou pela companhia Cruzeiro do Sul e, posteriormente, pela corretora Banespa, até 1995, quando se aposentou. Habilitado corretor de seguros em 1987, fundou sua própria corretora, a Mega Company.

Mentor do CCS-SP por duas gestões (2008 a 2012), Arello sentia orgulho de fazer parte da história de uma entidade que, no passado, ajudou os corretores a terem voz. Em 2012, no final de sua segunda gestão, trabalhou pela eleição do seu secretário, Alexandre Camillo, que foi eleito mentor e, posteriormente, presidente do Sincor-SP. Em 2018, retornou à diretoria do Clube na gestão de Evaldir Barboza de Paula (2018/2020).

Arello foi homenageado pelo CCS-SP em duas ocasiões: em 2016, pela relevância do seu trabalho na mentoria da entidade, e, em 2018, pelos seus 50 anos de carreira.

No Sincor-SP, Arello atuou na comissão que combatia a venda casada e, anos depois, na comissão de automóvel. Ele também participou de outras entidades, como a Sociedade Brasileira de Ciências do Seguro (SBCS) e a Câmara dos Corretores do Estado de São Paulo (Camaracor-SP).

Muito querido e admirado pelo mercado de seguros em São Paulo, especialmente entre os colegas associados do CCS-SP, Arello era reconhecido por seu jeito alegre, dócil e por sua grande generosidade.

O mentor do Clube, Evaldir Barboza de Paula, manifestou o seu sentimento. “Trata-se de uma perda irreparável para o mercado e para os seus amigos, dentre eles, eu. Que Deus conforte sua família e todos nós, seus amigos, e o receba em sua morada”.

N.F.
Revista Apólice