11/08/2022

Central Nacional Unimed alcança dois milhões de vidas em 2021

saúde

A Central Nacional Unimed iniciou o mês de dezembro totalizando dois milhões de clientes em sua carteira. Este número representa um crescimento de 13%, em comparação com o ano anterior. A cooperativa tem implementado diversas medidas para impulsionar o número de beneficiários. Entre elas, projetos dedicados à jornada do paciente com adoção das melhores práticas cooperativistas tendo o cliente como ponto focal, além da otimização da carteira e de vendas, em trabalho conjunto entre as entidades nacionais do Sistema Unimed e estreitando o relacionamento com corretores parceiros.

A diretoria da cooperativa buscou nos últimos oito meses uma atuação mais próxima nas negociações junto aos clientes, com dirigentes diretamente envolvidos, o que tornou o processo mais ágil, somado à ampla atuação da área comercial com os parceiros, por meio de treinamentos e campanhas de vendas. O alinhamento entre instituições e cooperativas do Sistema Unimed também favoreceu o compartilhamento das melhores iniciativas e transmitiu maior credibilidade ao mercado.

“Temos ganhado destaque por conta da nossa força e principalmente pela capilaridade do Sistema Unimed, que abrange cerca de 84% do território nacional. Nesse tempo que estamos à frente da CNU, uma de nossas prioridades tem sido ampliar a carteira nas áreas de ação da cooperativa e focar na rentabilização dos contratos corporativos nacionais. Com todas essas iniciativas temos conseguido uma atuação cada vez mais sólida no mercado de saúde suplementar”, avalia o presidente da Central Nacional Unimed, Luiz Paulo Tostes Coimbra.

Com parcerias ainda mais integradas e eficientes junto às Unimed sócias, a cooperativa tem adotado estratégias de crescimento no mercado de corporações de grande e médio porte. No PME, ultrapassou a marca de 100 mil vidas novas, chegando a um total de mais de 220 mil beneficiários. Para 2022, a expectativa da cooperativa é dar continuidade à progressão da sua carteira em todo o Brasil, com amplo trabalho para gerenciá-la de forma saudável e sustentável.

N.F.
Revista Apólice