chubb
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A Chubb Limited divulgou hoje um lucro líquido para o trimestre encerrado em 30 de setembro de 2021 de US$ 1,83 bilhão, ou US$ 4,18 por ação, e um lucro operacional de US$ 1,16 bilhão, ou US$ 2,64 por ação. O índice combinado de P&C foi de 93,4%, em comparação com 95,2% do ano anterior, e o índice combinado de P&C, excluindo perdas por catástrofe, foi de 84,8% em comparação com 85,7% no ano anterior.

Para os nove meses encerrados em 30 de setembro de 2021, o lucro líquido foi de US$ 6,40 bilhões ou US$ 14,33 por ação, em comparação com US$ 1,11 bilhão ou US$ 2,46 por ação em 2020. O lucro operacional foi de US$ 3,92 bilhões ou US$ 8,78 por ação, em comparação com US$ 1,87 bilhão ou US$ 4,13 por ação de 2020. O índice combinado de P&C foi de 90,4%, em comparação com 98,9% do ano anterior, e o índice combinado de P&C excluindo perdas por catástrofe foi de 85,1%, em comparação com 86,8% do ano anterior.

Para os nove meses findos em 30 de setembro de 2021 e 2020, as despesas fiscais (benefícios) relacionadas à tabela acima foram de US$ (11) milhões e US$ (14) milhões, respectivamente, para amortização do ajuste de valor justo dos ativos investidos adquiridos e dívidas de longo prazo; US$ 176 milhões e US$ (54) milhões, respectivamente, para ganhos e perdas líquidos ajustados; e US$ 708 milhões e US$ 363 milhões, respectivamente, para lucro operacional.

Evan G. Greenberg, presidente e CEO da Chubb, comentou: “A empresa teve um terceiro trimestre muito forte, destacado pelo excelente crescimento da receita de prêmios globalmente e simplesmente excelentes resultados de subscrição. Os prêmios líquidos de P&C cresceram 17%, nosso crescimento orgânico mais forte desde 2004, impulsionado pelo crescimento de 22% das linhas comerciais globalmente. Apesar de US$ 1,1 bilhão de perdas por catástrofe no trimestre, relatamos um lucro de P&C de US$ 617 milhões, um aumento de 58%, e um índice combinado de 93,4%, o que ilustra os pontos fortes que vêm de nossas capacidades de subscrição e a ampla diversificação dos negócios de nossa empresa. O lucro operacional no trimestre de US$ 2,64 por ação aumentou 32% em relação ao ano anterior, com um lucro líquido por ação de US$ 4,18, um avanço de 59%. No acumulado do ano, produzimos ganhos recordes, tanto líquido quanto operacional.

“Nosso índice combinado, de 84,8%, é um recorde trimestral que apresentou dois pontos percentuais de melhoria de margem, ajustando-se para um ganho não-recorrente relacionado à Covid-19 no resultado trimestral do ano passado. Em nove meses, produzimos US$ 2,4 bilhões de lucro de subscrição e um índice combinado de 90,4%, apesar de um nível elevado de perdas por catástrofe registradas no ano até o momento. O impacto crescente das mudanças climáticas é evidente nos resultados da indústria e estamos reagindo com cautela, mas rapidamente para garantir que manteremos uma relação risco-retorno adequada aos nossos negócios”, diz o executivo.

“Continuamos a nos beneficiar de condições comerciais robustas de preços de P&C na maioria das regiões do mundo. Nosso crescimento de receita no trimestre foi amplo, com contribuições de praticamente todos os nossos negócios comerciais de P&C e uma melhoria ano a ano na taxa de exposição que é bem superior aos custos de perda. As linhas comerciais da Chubb cresceram 22,5% na América do Norte e mais de 20,5%, ou 16% em dólares constantes, em nossas operações internacionais. Além disso, nossos negócios de linhas de consumo internacionais estão se recuperando do impacto da pandemia sobre a atividade de consumo, com crescimento dos prêmios de quase 10% no trimestre, ou 5% em dólares constantes.”

“Em suma, nossa empresa está em grande forma. Estamos ampliando nossos negócios, expandindo nossas margens e, como demonstra nosso recente anúncio ao mercado na Ásia-Pacífico, investindo em nossas capacidades para nos posicionarmos para o crescimento contínuo no futuro”, ressalta o CEO da Chubb.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta