sinog

Quase 20% da população brasileira nem havia nascido quando a Sinog foi fundada, há 25 anos. Nem a própria ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), órgão que regulamenta o setor, havia sido criada, o que ocorreu quatro anos após, em 2000.

Roberto Cury

Na época, poucas pessoas conheciam os planos odontológicos, ofertados por um número reduzido de operadoras exclusivamente odontológicas e, ainda, pelas operadoras médico-hospitalares. Apesar do maior foco estar nos planos empresariais coletivos, já havia uma pequena parcela de planos individuais e familiares.

Era outra realidade.

Hoje, quase 28 milhões de brasileiros são atendidos por mais de 250 operadoras exclusivamente odontológicas e a satisfação do beneficiário que sempre esteve acima de 70% desde 2015, ficou em 83%, segundo pesquisa encomendada pelo IESS (Instituto de Estudos de Saúde Suplementar) ao Vox Populi em 2021. 

Muito dessa evolução se deve ao trabalho persistente e competente da Sinog nessas duas décadas e meia. 

Suas várias gestões, com diretores e executivos que atuaram desde sua fundação, foram essenciais nas mudanças regulatórias que favoreceram as pequenas operadoras, como o Termo de Compromisso nº 23/2017 assinado com a ANS que prevê atendimento telefônico eletrônico (URA) 24X7 para casos de urgência e emergência fora do horário comercial para operadoras exclusivamente odontológicas filiadas à Sinog com até quinhentos mil beneficiários; a inclusão do segmento odontológico no Programa de Acreditação de Operadoras; e a criação de critérios próprios para faixas de preço nos planos, seja para adaptação do produto ou nas regras diferenciadas para portabilidade de carências.

Mais recentemente, dois marcos importantes. O primeiro foi durante a pandemia da Covid-19, quando demonstramos os diferentes impactos das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus para os planos odontológicos, garantindo a não suspensão do reajuste das mensalidades dos planos, determinada nos últimos quatro meses de 2020. O segundo marco foi o estímulo para a constituição do Grupo de Trabalho sobre os planos odontológicos dentro da ANS, que visa a garantir a equidade e o equilíbrio necessários para o fortalecimento e perenidade do segmento que, por consequência, trará maior qualidade da saúde bucal aos brasileiros e brasileiras.

Foram muitas conquistas que sempre levaram ganhos à população, especialmente pelo maior acesso aos melhores tratamentos odontológicos em 98% do território nacional. Ao mesmo tempo, o enorme mercado nacional formado por dentistas e outros profissionais conseguiu cumprir ainda melhor seu papel e ver seus consultórios utilizados de forma mais plena com o aumento da carteira de pacientes.

Telegram para post

Como forma de comemorar os 25 anos da Sinog e estimular a busca pela saúde bucal, lançamos neste ano a primeira edição de uma campanha inédita o “Julho Neon, salve o sorriso brasileiro” para mobilizar e conscientizar todos os grupos da sociedade sobre a importância dos tratamentos odontológicos, trazendo mais valor aos profissionais e empresas do segmento.

O Julho Neon é um Movimento divisor de águas, pois além de ser a primeira vez que temos uma Campanha desta envergadura, os resultados que tivemos são marcos para a nossa história.

Com mais de 14 milhões de pessoas impactadas pelas nossas ações, como postagens em redes sociais, matérias na imprensa, iluminação de monumentos e marcos nacionais com as cores do Movimento e um jingle feito especialmente para o Julho Neon pelo cantor Jairzinho, contamos com o apoio fundamental de nossas associadas, patrocinadores, apoiadores e as ONGs Turma do Bem e Doutores das Águas, que receberam no evento Pocket SIMPLO deste ano, cada uma, um cheque no valor simbólico de 50 mil reais. Valores estes arrecadados nas vendas dos itens da loja do Julho Neon, que teve o lucro 100% revertido para doação a estas ONGs.

Além disso, tivemos um desdobramento importantíssimo para os nosso segmento, o Deputado Federal Dr. Luizinho, após conhecer o Movimento e entender a necessidade de destacar e promover a saúde bucal da população, protocolou o Projeto de Lei 2563/2021 que prevê Julho como o mês da Conscientização e Promoção da Saúde Bucal no Brasil, após a aprovação do Governo Federal, graças ao Julho Neon, o calendário nacional contará com um mês especialmente voltado para os cuidados odontológicos dos brasileiros. 

O Julho Neon, apesar de estar no seu primeiro ano de vida, é um Movimento que, assim como a Sinog, nasceu para ser perene. Até aqui foram 25 anos da Entidade fortalecendo o segmento e promovendo o acesso à saúde bucal por meio da Odontologia Suplementar, tendo a certeza que seguiremos cumprindo nosso papel nos próximos anos e deixar, cada vez mais, o brasileiro com o melhor sorriso, aquele que é saudável e é nosso maior patrimônio!

* Por Roberto Cury, presidente da Sinog (Associação Brasileira de Planos Odontológicos)

Deixe uma resposta