SUTHUB

O mercado de seguros passa por uma grande transformação. A chegada do Open Insurance promete abrir portas para a modernização do mercado de seguros, um novo cenário de possibilidades, tanto para as seguradoras, quanto aos clientes. O movimento visa garantir o foco no usuário, incentivando também que as seguradoras revisitem suas estratégias de experiência com o cliente. Envolvida nesse mercado, a SUTHUB, insurtech responsável por um ecossistema que interliga seguradoras e assistências, meios de pagamento, corretoras e canais, é a desenvolvedora de sistemas completos de algumas das maiores seguradoras do país e, assim, sai na frente neste novo momento.

A empresa, responsável pelo desenvolvimento do novo Sistema de Registro de Operações (SRO) da Susep, após contrato com as registradoras autorizadas B3, CERC e CSD, entende que a plataforma vai trazer grandes oportunidades ao setor.

“O compartilhamento de dados vai transformar muito o mercado de seguros. A visão estratégica de seguradoras e canais sobre produtos e meios de distribuição vai evoluir bastante. E o consumidor em breve vai se beneficiar desta evolução. Fazer parte desse momento chave na história dos seguros é algo que nos dá muito orgulho e a certeza de que estamos no caminho certo”, afirma Marcos Kenji Watanabe, Chief Data Scientist (CDS) da insurtech.

Telegram para post

As transformações chegam em um momento excelente do setor, que faturou R$ 12,7 bilhões em junho passado, 20,2% mais que no mesmo mês em 2020. O desempenho é o melhor para o mês desde 2014, início do Boletim IRB+Mercado, elaborado pelo IRB Brasil Re.

O novo SRO, funciona como um centralizador de dados. Antes, as seguradoras enviavam os dados diretamente à Susep de formas diversas. Agora, com o novo sistema, as informações são enviadas às registradoras e depois ficam concentradas de forma padronizada na plataforma, permitindo a análise online de dados e a geração de novos insights de mercado pela entidade. “Esse novo sistema é um verdadeiro marco no mercado de seguros. Abre possibilidades para novos produtos às seguradoras. É o pontapé inicial no Open Insurance. Muitos negócios vão surgir dessas oportunidades”, conclui o cientista de dados.

No mercado há 4 anos como uma VAN (Value Added Network), a SUTHUB enxerga um cenário extremamente promissor nos próximos meses e anos. A startup tem como proposta de acelerar o “time-to-market” na distribuição digital dos seguros. A solução também utiliza inteligência artificial e machine learning para que as seguradoras possam flexibilizar a oferta de seus produtos aos mais diversos perfis de clientes. O chamado “Ecossistema SUTHUB” é formado por mais de 100 instituições dos mais diversos segmentos. Ao todo, a plataforma impacta mais de 35 milhões de pessoas.

N.F.
Revista Apólice

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta