zoom

A Zoom Video Communications Inc. concordou em pagar US$ 85 milhões e reforçar suas práticas de segurança para resolver uma ação judicial que alegava a violação dos direitos de privacidade dos usuários ao compartilhar dados pessoais com o Facebook, Google e LinkedIn, e permitindo que hackers interrompessem reuniões do Zoom em uma prática chamada Zoombombing.

Os assinantes, na ação coletiva proposta, teriam direito a 15% de reembolso em suas assinaturas básicas ou US$ 25, o que for maior, enquanto outros poderiam receber até US$ 15.

A Zoom concordou com medidas de segurança, incluindo alertar os usuários quando os anfitriões das reuniões ou outros participantes usam aplicativos de terceiros em reuniões e fornecer treinamento especializado aos funcionários sobre privacidade e manuseio de dados.

Embora a Zoom tenha coletado cerca de US $ 1,3 bilhão em assinaturas do Zoom Meetings de membros da classe, os advogados dos demandantes consideraram o acordo de US$ 85 milhões razoável, dados os riscos do litígio. Eles pretendem buscar até US$ 21,25 milhões para custear honorários advocatícios.

Telegram para post

O Zoombombing é onde os estranhos sequestram as reuniões do Zoom e exibem pornografia, usam linguagem racista ou postam outro conteúdo perturbador.

Um acordo preliminar foi apresentado na tarde de sábado e requer a aprovação da juíza distrital dos EUA Lucy Koh em San Jose, Califórnia. Ela disse que a Zoom era “quase” imune ao Zoombombing de acordo com a Seção 230 do Communications Decency Act federal, que protege as plataformas online de responsabilidade sobre o conteúdo do usuário.

A base de clientes da Zoom cresceu seis vezes desde que a pandemia COVID-19 forçou mais pessoas a trabalharem em casa. A empresa tinha 497.000 clientes com mais de 10 funcionários em abril de 2021, ante 81.900 em janeiro de 2020. A empresa disse que a quantidade de usuários poderia diminuir  à medida que mais pessoas tomam vacinas e voltam ao trabalho ou à escola pessoalmente.

*Com informações da Reuters

K.L.
Revista Apólice

Deixe uma resposta