saúde

A SulAmérica segue ampliando sua presença em Belo Horizonte, dessa vez por meio de uma parceria estratégica. Depois de lançar na capital mineira o SulAmérica Direto, plano de saúde que oferece atendimento regional, a empresa fechou parceria com a Clínica Humaniza para ampliar os serviços de Atenção Primária à Saúde.

Os clientes na capital mineira podem, a partir do mês de agosto, passar em consulta com os profissionais da Clínica Humaniza, que tem foco na saúde da família. As equipes multidisciplinares são pautadas pelo olhar integral para a pessoa, oferecendo prevenção, diagnóstico e tratamentos individualizados, além de atuar na promoção e educação em saúde.

“A atenção primária é fundamental para uma gestão de saúde pautada pela prevenção e a personalização do cuidado. Trata-se de um dos pilares do nosso trabalho de Cuidado Coordenado, diz Raquel Imbassahy, superintendente de Serviços Médicos da seguradora.

Telegram para post

O Cuidado Coordenado é a essência do modelo de negócios da companhia em saúde suplementar. “Estamos conectando e coordenando toda a jornada do beneficiário, promovendo uma experiência diferenciada de cuidado, com foco no bem-estar do paciente e na medicina de excelência, em alinhamento com prestadores médicos, empresas clientes e outros agentes da cadeia de saúde no mesmo propósito. Contamos com o apoio de uma plataforma eletrônica que permite essa conexão, sempre respeitando a privacidade do paciente e o sigilo médico”, complementa Raquel.

O olhar estratégico da SulAmérica para a Atenção Primária vem sendo ampliado desde 2019 e, até o momento, os clientes já contam com 22 clínicas espalhadas por São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Curitiba e Brasília. E agora, em Belo Horizonte. O atendimento também tem abrangência nacional via teleconsulta. “Estamos empenhados em construir novas parcerias para ampliar nossa rede prestadora especializada em outras cidades. Nosso objetivo é aumentar o número de clínicas parceiras para Atenção Primária à Saúde em até 80% até o final de 2021”, afirma Raquel.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta