saúde

A pandemia mostrou a importância do trabalho do setor da saúde e da ciência para o mundo. Com o sistema público sobrecarregado, muitas pessoas começaram analisar a real importância de ter um plano de saúde individual e até mesmo familiar.

Assim como todos os setores da economia, o de seguros também foi afetado, porém mostrou grande resiliência e capacidade de adaptação durante esse período turbulento.

Recentes dados divulgados pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) mostram que o setor manteve a tendência de crescimento que vem sendo verificada desde julho do ano passado e registrou quase 48 milhões de usuários em planos de assistência médica e mais de 27 milhões em planos exclusivamente odontológicos.

Ainda segundo a Agência, nos planos médico-hospitalares, em um ano houve incremento de 862.970 beneficiários, o equivalente a 1,83% de aumento, em relação a março de 2020. O aumento ocorreu em todas as modalidades de contratação, mas foi mais expressivo nos planos coletivos empresariais (2,47% de aumento). O total de beneficiários é o maior registrado desde setembro de 2016, antes disso, foi superado em agosto de 2016, quando foram registrados 48.037.472 beneficiários.

São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo são os estados que mais tiveram ganhos de beneficiários em número absoluto sobre os planos de assistência médica.

A melhor escolha

Com um vasto número de planos de saúde disponíveis no mercado hoje você saberia escolher aquele que melhor se adapta com o seu perfil? Daí a importância de contar com o auxílio de consultores especializados no assunto!

João Ricardo, diretor administrativo da franquia JRX Galasse Corretora de Seguros, conta sobre a importância de contratar uma equipe de corretores que tenha amplo conhecimento do meio em que atua para se adaptar aos produtos e comercializar junto as operadoras em situações inesperadas como a que vivemos. “O cliente tem a certeza de encontrar aquele plano de saúde que se encaixe melhor na sua necessidade com o nosso trabalho consultivo que visa não apenas passar o melhor preço, mas orientar o cliente sobre os diferenciais e vantagens de cada plano, tendo a certeza de que terá o melhor custo benefício”, diz.

Telegram para post

Negócio atrativo

Em um mercado aquecido, trabalhar com esse tipo de produto tem se revelado cada vez mais atrativo. Prova disso são as remunerações que podem chegar a 300% do valor mensal de cada plano e ainda a possibilidade de um comissionamento recorrente.

Dependendo do plano o ganho pode ser bem significativo. Como exemplo é possível citar um franqueado que recebeu R$ 50 mil no primeiro mês por fechar um plano para uma empresa de mais de 200 funcionários. Ele ganhará mensalmente um valor recorrente de R$ 5 mil pela corretagem.

O diretor administrativo lembra que esse valor varia muito do tipo de plano que será comercializado e dos valores envolvidos na negociação, mas que há a possibilidade de ganhos altos e é totalmente acessível a todos os franqueados ficando apenas de responsabilidade do mesmo buscar esses ganhos.

João Ricardo enfatiza ainda que isso somente é possível porque a corretora trabalha com a parceria das mais diversas operadoras e seguradoras do setor de saúde possibilitando aos consultores da rede uma grande variedade de produtos para ofertar. “Além disso, a fidelização de clientes, a possibilidade de solidificar a sua carteira já existente através de cross-selling (venda cruzada) o torna como diferenciais atrativos de trabalhar com esse produto”, avalia o diretor.

Mercado aquecido

Com um negócio de microfranquia voltado ao trabalho home office e loja física, a corretora vivencia de perto a corrida das pessoas em busca de novos contratos de saúde e até mesmo de seguros de vida.

Nos últimos 12 meses a rede registrou um aumento de 60% direcionado a seguros que envolvem a saúde em suas 41 operações distribuídas pelos estados de São Paulo, Paraná, Bahia, Goiás, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Rio Grade do Sul.

“No início da pandemia o mercado era muito incerto, porém a corretora conseguiu prosperar mesmo em tempos de pandemia. Essa nova realidade sentida por nós mostra como muitos brasileiros estão preocupados com a saúde. Esse novo cenário aumentou a consciência das pessoas sobre riscos e a importância da prevenção e proteção para enfrentar períodos adversos”, conclui o executivo.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta