darwin
Wellington Lopes

A Darwin Seguros anunciou Wellington Lopes como seu novo sócio e head de operações. Formado em Matemática pela Universidade de São Paulo e com especialização em gerenciamento de projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o executivo tem experiência em gestão de operações de seguros. Ao longo de mais de 30 anos de carreira, Lopes atuou em diversas áreas técnicas e de operações: serviços ao cliente, jornada e experiencia do cliente; assistência 24 Horas; emissão e aceitação; vistoria, inspeção, sinistro, fraude; e demais atividades de backoffice de seguros nos produtos de auto, residência, vida, acidentes pessoais e demais ramos.

“Estamos muito felizes e animados com a chegada do Well, pois além de contar com dezenas de anos de experiência em mercados complexos como o de seguro de automóveis, por exemplo, ele possui uma cultura muito semelhante à da empresa: foco em inovação, evolução constante, experiência do usuário e transparência ao mercado”, comenta Firmino Freitas, co-fundador da insurtech.

Telegram para post

Com passagem em cargos de liderança em grandes empresas do setor de seguros como HDI Seguros, Itaú Seguros, Unibanco Seguros e Porto Seguro, Lopes chega à empresa com a missão de comandar toda a operação da insurtech. “Acompanhei de perto a dificuldade que o cliente tem na hora de adquirir um seguro, especialmente em relação a custo e produto. O modelo de negócios pautado na precificação com base em tecnologia e inteligência artificial, o que nos tornam implacáveis na hora de apresentar a proposta de valor para o cliente, atraindo quem quer e precisa de seguro, mas não tem condições ou não enxergam valor no formato tradicional, foi fator determinante para que eu decidisse fazer parte do time da Darwin”, afirma Lopes.

O executivo carrega consigo o DNA digital e de inovação, o que vai ao encontro da política e do foco da empresa. Tendo iniciado sua trajetória profissional aos 14 anos em uma seguradora, ele é um profissional apaixonado por clientes, números, tecnologia e desburocratização. “Meu objetivo é usar tudo isso em favor da Darwin e dos nossos clientes. Vamos mudar o mindset deste mercado”, concluiu.

N.F.
Revista Apólice

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta