porto
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A Austral Re divulgou o Austral Ranking, um estudo de como as resseguradoras que atuam no Brasil estão desempenhando seus negócios. O material traz um cenário comparativo entre março de 2020 e março de 2021 no volume de resseguro cedido. Nesse período, o mercado somou R$ 20,3 bilhões em resseguro aceito das seguradoras locais, frente a R$ 18,5 bilhões. Houve um aumento de 10% no prêmio cedido, impactado por ramos como Patrimonial, Rural e Garantia, que somam 64% do total, os mais representativos do setor.

O prêmio cedido para a linha de Automóvel teve destaque percentual, com 57% de crescimento. Já Microsseguros e Aviação cresceram 38% e 25%, respectivamente.

O Brasil se mantém o principal país em relação ao resseguro cedido, com participação de mercado de
38,6%. Em seguida, Alemanha e Estados Unidos são os principais parceiros do mercado ressegurador
brasileiro, com 15,5% e 13,5%, respectivamente

Com a publicação, a empresa reforça seu compromisso com o mercado brasileiro de gerar informações
relevantes sobre o desenvolvimento dos negócios no país. O estudo traz ainda a análise dos prêmios
cedidos pelo mercado segurador para cada ressegurador, por linha de negócio, além de outros dados
comparativos.

Telegram para post

Austral Re avança uma posição em resseguro aceito no Brasil

Com a aquisição da Markel Resseguradora do Brasil, a Austral Re chega a quarta posição com maior
aceitação de resseguros no mercado nacional com R$ 1 bilhão. Esse número volume foi 12% superior na comparação dos dois períodos analisados.

De acordo com o levantamento, os cinco maiores grupos econômicos se mantiveram no topo. São eles: IRB (31%), Mapfre (10,6%), Munich (7,3%), Zurich (5,1%) e Austral (4,9%). Os dados mostram que os cinco maiores grupos econômicos recebem 58,5% do resseguro cedido, dez grupos recebem 77,2% do volume e 20 grupos cerca de 94,0% do volume.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta