seguros

A Mapfre Brasil fechou o 1º semestre com crescimento de 15% em prêmios no comparativo com os seis primeiros meses de 2020. Em moeda local, o volume atingido pela companhia no País totalizou R$ 10,3 bilhões (1,6 bilhões de euros).

Para o desempenho positivo dos prêmios, os Seguros Gerais contribuíram com R$ 5,3 bilhões (822 milhões de euros), enquanto o segmento de Vida representou R$ 3,6 bilhões (551 milhões de euros) e o de Automóveis, R$ 1,4 bilhão (222 milhões de euros).

“Estamos observando um ano de 2021 com uma retomada importante para o Brasil. O setor de seguros vem provando sua resiliência e, neste contexto, a seguradora segue colhendo resultados de uma estratégia adequada para o momento, o que reflete a nossa capacidade em nos adaptarmos a ambientes em constante mudança. Graças à força de um modelo empresarial diversificado aliado à nossa solidez de capital, podemos encarar o futuro com ainda mais otimismo”, afirma Fernando Pérez-Serrabona, CEO da empresa.

O lucro da Mapfre atribuído aos primeiros seis meses deste ano foi de 364 milhões de euros, um crescimento de 34,5% no comparativo com o ano anterior, mesmo diante dos sinistros relativos à Covid-19 em cerca de 266 milhões de euros, a maior parte relacionada com o seguro de vida (152 milhões de euros).

Telegram para post

Os prêmios cresceram 6,2% no primeiro semestre, atingindo 11,6 bilhões de euros. O índice combinado melhorou 1,6 ponto percentual em relação ao mesmo período de 2020, chegando em 95,1%.

A Espanha segue como principal operação da companhia, com um crescimento de prêmios de 7% e um lucro de 204 milhões de euros. Já a Regional Latam Sul, que compreende Colômbia, Peru, Chile, Argentina, Venezuela, Equador, Uruguai e Paraguai, encerrou o primeiro semestre com um crescimento de 4% nos prêmios, para 756 milhões de euros, e uma melhora de 1,6 pontos percentuais no índice combinado, atingindo 92,3%. O crescimento do lucro foi de 1,8%, cerca de 28 milhões de euros.

Na Regional Latam Norte, que compreende México, República Dominicana, Panamá, Nicarágua, Honduras, El Salvador, Guatemala e Costa Rica, os prêmios da Mapfre aumentaram 51,9%, indo para 1,3 bilhão de euros. O crescimento é explicado pela renovação da apólice bienal da Pemex no montante de 469 milhões de euros.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta