Daniel Castello (FOTO: Berenice Stallivieri)

O 25º aniversário da Rede Lojacorr marcará uma nova era na empresa. Além da contratação de novos colaboradores para a equipe, que deve crescer no total cerca de 50% em toda a organização na sede administrativa e comercial até o final de 2021, a companhia compõe o time de gestores com um novo CDO. O diretor de Transformação Digital (Chief Digital Officer) é Daniel Castello, que passa a atuar ao lado de Diogo Arndt Silva (presidente – CEO), André Duarte (diretor Financeiro – CFO), Geniomar Pereira (diretor Comercial – CCO), Luiz Longobardi Junior (diretor de Mercado e Operações – COO), Sandro Ribeiro (diretor de Tecnologia – CIO), e Dirceu Tiegs (diretor de Gente & Gestão – CHRO).

Há cerca de um ano, Castello iniciou um trabalho de mentoria e consultoria para a Rede pela Endeavor, via programa de Scale-UP. Desde então, a consolidação da ampliação da empresa e formatação da Lojacorr 2.0 passou a ser um caminho cada vez mais próximo. No final de 2020, o time de gestores convidou o executivo para atuar na organização.

Esse passou a ser o maior desafio do diretor na empresa, que vê no atual cenário pandêmico uma oportunidade de aculturar a digitalização no processo de crescimento do mercado de seguros no Brasil. Castello, que acumula uma carreira como consultor, palestrante, escritor e mentor nas áreas de Estratégia, Transformação Digital e Gestão de Pessoas, liderou dezenas de projetos de transformação no Brasil e no exterior, em empresas como Abbott, Syngenta, Campari, Santander, Mercedes-Benz, Unicred, Mapfre e Telefónica. É ainda Mentor Endeavor desde 2009, premiado como Mentor de Alto Impacto Endeavor em 2016. Atuante também na Startse e na Fundação Lemann, cujos desafios também são arrojados no País.

Telegram para post

Desafios esses que fazem brilhar os olhos do novo gestor, que acredita em grandes transformações, mesmo em processos complexos. Segundo ele, muitas resistências tanto ao novo quanto à digitalização fazem parte do mercado, dentro e fora do seguro, mas é necessário para desenvolver a operação e a economia do segmento. “Para que a Lojacorr cresça e desenvolva uma jornada do cliente impecável, precisamos construir para o mercado uma plataforma holística e de qualidade que atenda o ecossistema global focado na seguradora, no corretor e no segurado”, explica.

Cerca de 85% do mercado brasileiro é composto por pessoas que não possuem nenhum tipo de seguro ou proteção. Além disso, o acesso do consumidor a seguros é restrito pela sofisticação e opacidade de muitos produtos, o que necessita de intermediação. “Nossa ideia é desburocratizar o que é possível por meio de plataformas tecnológicas, mas fazer a seguradora parceira e o corretor se desenvolverem mediante conhecimento, informação, dados e acesso. Dessa forma, democratizamos o processo e facilitamos a aquisição pelo consumidor, ajudando o brasileiro a se proteger mais e melhor”, acrescenta o executivo, que reforça a importância das relações afetivas no mundo digital e a diversidade de pensamento na equipe para o time prosperar.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta