argo

A Argo Seguros acabou de lançar o ‘Radar Argo’, seu mais novo serviço para controle das operações no ramo de Transporte. O principal objetivo é contribuir para maior segurança dos embarcadores e transportadoras e, consequentemente, na redução de custo da sinistralidade.

Essa central de inteligência de gerenciamento de risco tem a capacidade de analisar se todos os itens da apólice estão sendo mesmo executados, como por exemplo, se os sensores da carga e a trava do baú estão funcionando normalmente; e se a escolta está na distância correta com relação ao caminhão, entre outras questões.

Outro benefício está na agilidade de pagamento do sinistro, já que facilita o trabalho do regulador na aferição se todos os itens da apólice estavam sendo cumpridos. Com base nisso, mesmo ainda durante a fase testes, o Radar Argo já recuperou mais de um milhão de reais em sinistros.

Telegram para post

“O Radar Argo funciona como ‘um olho da companhia’, que verifica todos os itens de segurança e evita fraudes, mitigando problemas e garantindo assim que o segurado seja indenizado ainda mais rápido em caso de sinistro”, afirma Rafael Fragnan, Chief Risk Officer da seguradora.

Aliado a esse empenho de manter o foco no entendimento do risco e na necessidade dos seus clientes, a seguradora conta ainda com grande autonomia local e capacidade de US$ 40 milhões por risco/evento. “Hoje atuamos nas modalidades de Transporte Nacional; Transporte Internacional e Embarques Avulsos, além de oferecer soluções para transportadores nas modalidades rodoviário, aéreo, marítimo e internacional. Como oferecemos opções para todos esses modais, estamos sempre antenados em relação as mudanças de mercado e na evolução da logística”, concluiu.

Com base em sua grande capacidade de inovação e de desenvolvimento de soluções exclusivas junto a corretores e clientes, a Argo também foi a primeira a oferecer serviços diferenciados como a Emissão de Carta de DDR em até 48hs e o envio para o transportador com Certificação Digital; além do serviço de liberação de embarque em até quatro horas.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta