capitalização

O mercado de Títulos de Capitalização registrou uma receita de R$ 7,6 bilhões entre os meses de janeiro e abril, um avanço de 5,3% em comparação a igual período do ano passado. Os dados são da FenaCap (Federação Nacional de Capitalização), que reúne todas as empresas de capitalização autorizadas a operar no País.

“Há um ano, estávamos no início das restrições provocadas pela pandemia, quando a crise sanitária interrompeu uma trajetória de crescimento. Mas o setor mostrou sua importância e sua função social e, desde fevereiro, vem apresentando alta nos negócios, com desempenho positivo na arrecadação”, analisa Marcelo Farinha, presidente da entidade.

Merece destaque a modalidade Filantropia Premiável, que tem evolução diferenciada. No primeiro quadrimestre, a receita do produto cresceu 70,7% em comparação ao mesmo período do ano passado, atingindo R$ 799 milhões. Os resgates da modalidade, que são destinados a organizações filantrópicas previamente credenciadas pelas empresas de capitalização, alcançaram R$ 437,4 milhões.

Reservas, prêmios e resgates

Ainda de acordo com os dados divulgados pela FenaCap, as reservas técnicas, que correspondem aos recursos de títulos de capitalização ativos, somaram R$ 32,5 bilhões, um crescimento de 5,7%, considerando o mesmo período do ano passado. Foram pagos R$ 415 milhões a clientes sorteados, e R$ 6,4 bilhões foram devolvidos sob forma de resgates antecipados e finais, o que reforça a relevância do setor para as pessoas e, claro, para a economia brasileira.

Telegram para post

Títulos de capitalização: soluções para vários perfis de clientes

Instrumento de Garantia: Substitui a figura do fiador nas transações de aluguel de imóveis e funciona como garantia para operações financeiras e contratos de qualquer natureza.

Filantropia Premiável: O consumidor cede o direito de resgate da sua reserva para uma instituição filantrópica previamente credenciada pelas empresas de capitalização e participa de sorteios.

Popular: Permite que o consumidor adquira um título de valor acessível com direito ao resgate de até 50% do valor pago e concorra a prêmios ao longo da vigência.

Tradicional: O objetivo dessa modalidade é a formação de uma reserva, de maneira programada, por um prazo previamente conhecido e valor predeterminado. Dá direito a participar de sorteios e ao resgate de 100% do que foi pago, atualizado pela TR, ao fim do prazo de vigência.

Incentivo: Nessa modalidade, uma empresa de varejo, por exemplo, adquire uma série exclusiva de títulos e cede aos seus clientes o direito a participar de sorteios.

Compra Programada: Essa modalidade permite a acumulação mensal vinculada à aquisição de bens duráveis com sorteio de prêmios.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta