e-commerce

A Interoperas, entidade sem fins lucrativos que atua no desenvolvimento da tecnologia e aplicação da inovação no setor da saúde no Brasil, traçou um planejamento estratégico para os próximos cinco anos: modernizar processos de saúde, gerando mais agilidade e assertividade no atendimento médico, além de resiliência para crises sanitárias como a vivida atualmente com a Covid-19, permitindo planejamento e pronta resposta na palma da mão.

Com isso, a entidade espera beneficiar mais de 40 milhões de pessoas nos próximos cinco anos, integrando cerca de 80 serviços, realizados por 2 mil empresas e entidades. Isso pode gerar uma redução de gastos em até 30%, sobretudo para as seguradoras e operadoras de saúde.

Telegram para post

Com a implementação da interoperabilidade (integração e portabilidade da informação), o paciente se torna, de fato, dono do seu histórico médico (consultas, diagnósticos, tratamentos, medicamentos consumidos, etc) e pode disponibilizar parte ou toda a informação para quem quiser.

“Em uma sociedade cada vez mais digital e dependente de dados e análises para fornecer serviços mais rápidos e melhores, é estratégico que as pessoas tenham as informações sobre seu histórico de saúde, por exemplo, no seu celular. Existem amplos recursos oferecidos pela tecnologia para fornecer estas soluções, principalmente aos profissionais da saúde e aos pacientes.”, explica Marcelo Botelho, presidente da Interoperas.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta