inovação

EXCLUSIVO – A Revista Apólice realizou na tarde de ontem, 26 de maio, mais uma edição do evento “Diálogos CEO”. Dessa vez o convidado foi Thiago Moura, da Kovr Seguradora, para falar sobre o rebranding da empresa, inovação, lançamentos de produtos e distribuição. A mediação da transmissão ao vivo foi realizada pela jornalista Kelly Lubiato, diretora de redação da Apólice.

A Kovr chegou ao mercado com o objetivo de oferecer seguros focados nas demandas dos clientes. A companhia surgiu a partir da Seguradora Invest e das empresas InvestPrev e Invest Capitalização, que já possuem 47 anos de existência. Segundo Moura, a organização deseja oferecer a melhor experiência aos segurados através do uso de inovação e tecnologia. “Nossa principal missão é trazer uma nova filosofia de seguros para o Grupo Invest. Com novos acionistas, executivos e foco mais abrangente nasceu a Kovr. A ideia é trazer novidades para o mercado, que neste momento passa por uma reestruturação muito importante”.

Estruturada a partir da Holding SegPar, a companhia possui como sócio majoritário o Banco Máxima. Comandada por especialistas, a empresa tem em seu quadro diretivo Eduardo Viegas (ex-CEO da Berkley Brasil Seguros); Geraldo Castro (ex-Invest); e Newton Queiroz (ex-CEO Argo Seguros). “Apesar do board da seguradora ser bem jovem, pensamos em trazer pessoas que pensam igual para que haja uma sintonia na criação dos produtos. Estamos todos conectados com o momento que o setor está passando, o que facilita todo esse processo, e já trabalhamos juntos em algum momento, seja como parceiros de negócios ou outra forma”, disse Moura.

Telegram para post

Com corretores em todo o território nacional, a Kovr irá oferecer um portfólio diversificado para que os parceiros possam ter mais possibilidades de fechar negócios, atuando com produtos do ramo Massificados e também Grandes Riscos. Moura já adiantou um dos futuros lançamentos da empresa, o seguro Home Office, para atender a necessidade de proteção de quem trabalha em casa, e também a proteção para geração de energia limpa, seguindo a linha da agenda ESG. “Não existe um público alvo, pois o foco é inovar e lançar produtos para todos os tipos de pessoas e empresas. Cada seguro vai utilizar um tipo de tecnologia diferente, como Machine Learning e Inteligência Artificial”.

O executivo ainda comentou sobre a importância do mercado de seguros saber separar tecnologia e inovação, pois cada produto exige uma demanda diferente. “Criar instrumentos diferentes um do outro é fundamental. Primeiro precisamos focar na inovação dos produtos do mercado para cativar o consumidor e depois abordar a tecnologia e embarcá-la dentro do seguro. O setor ficou muito tempo parado e acabou conhecido pela burocracia, mas a pandemia veio para mudar essa realidade e nos obrigar a investir a transformação digital”.

Moura disse que ainda é necessário tomar alguns passos para chegar na disrupção total do mercado, pois quanto mais inovação e tecnologia no setor mais ele conseguirá aumentar sua penetração. “Não podemos mostrar o seguro como um custo, mas sim um serviço que agrega valor na vida das pessoas. É necessário que todas as companhias da indústria seguradora pensem de fora para dentro da empresa, assim teremos 100% de garantia de suprir todas as demandas e demonstrar a importância dos brasileiros adquirirem uma apólice”.

Veja a entrevista na integra:

Nicole Fraga
Revista Apólice

Deixe uma resposta