seguro

A Argo Seguros e a PDVBox, plataforma digital de distribuição e comercialização para o mercado de seguros, acabam de lançar um produto para equipamentos de jogadores de games e atletas de e-sports. Com o nome de ‘Seguro Gamer’, a novidade protege desktops, notebooks, monitores, vídeo games, fones, teclados, mouses e mouse pads.

Com diferentes opções de limite, o novo seguro garante equipamentos estacionários e portáteis contra roubo e/ou furto qualificado; danos de causa externa ou causados pelo contato com água ou outros líquidos. Existe ainda a possibilidade de contratar uma extensão para o transporte desses bens.

A partir de uma necessidade da W7M, empresa focada em e-Sports, e em parceria com a Argo Seguros, o novo produto foi desenvolvido pela PDVBox, composta por uma equipe de profissionais com 30 anos de experiência em seguros, tecnologia e meios de pagamento.

“Desenvolvemos uma solução completa, não apenas para quem gosta de videogames, mas principalmente para os jogadores profissionais, que investem em equipamentos e precisam de tranquilidade para treinar e competir. O Seguro Gamer foi desenvolvido para suprir a necessidade de um público que tem em seu equipamento o seu maior ativo. Por isso, aliamos tecnologia, Inteligência Artificial e conhecimento no setor de seguros para entregar maior assertividade e produtividade”, explica Luis Forster, CEO da PDVBox.

“Temos orgulho em participar, mais uma vez, do desenvolvimento de um produto exclusivo. Através da parceria com corretores e outras empresas do setor, conseguimos desenvolver soluções para necessidades específicas. Foi assim com a criação do seguro Bike e esperamos repetir o sucesso, agora com o Seguro Gamer”, afirma Mariana Miranda, head Transportes e Corporate Sales da Argo Seguros.

O mercado de games brasileiro conta atualmente com cerca de 36 milhões de jogadores amadores, além de outros 7,5 milhões de profissionais. Atualmente, o Brasil é o 13º maior mercado de jogos eletrônicos do mundo e movimenta US$ 1,5 bilhão por ano. “Com base nesses números, nossa previsão é comercializar 300 mil seguros nos primeiros 24 meses de operação”, estimou Forster.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta