bicicletas

Ainda no início da pandemia, a Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE) indicou a prática individual de atividades físicas ao ar livre, mantendo o distanciamento e o uso da máscara. As opções são diversas: caminhar; correr; andar de bicicleta e/ou de patins; pular corda; fazer agachamentos, abdominais e flexões, entre outras. Nesse cenário, muitos brasileiros se renderam às bicicletas como opção de transporte, atividade física e lazer. De acordo com dados da Associação Brasileira do Setor de Bicicletas (Aliança Bike), as vendas no segmento aumentaram 50% no ano de 2020, na comparação com o mesmo período de 2019.

Porém, ainda segundo a Aliança Bike, a bicicleta fabricada no Brasil é uma das mais caras do mundo. Para proteger o investimento, a contratação de um seguro faz a diferença. A Corretora de Seguros Bancorbrás oferece, dentro do seguro residencial, algumas assistências que ajudam a evitar despesas inesperadas no dia a dia, como, por exemplo, problemas voltados para as bicicletas. “O produto traz para o cliente tranquilidade quando algum imprevisto acontece, principalmente neste caso de patrimônios com valores altos”, comenta Luiz Carlos Gama Pinto, diretor executivo da corretora.

Com a assistência para as bicicletas, os clientes podem solicitar os serviços de transporte ao segurado e a bike em casos de quebra ou acidente; mão de obra para montagem e manutenção de bicicleta; reparo ou troca de câmaras de ar para aro; substituição ou regulagem de selim, canote de selim, manetes de freio, cabos de aço, freio dianteiro e traseiro, pneus, correntes; além de lubrificação de correntes e coroas.

Segundo Luiz Carlos, para acionar o serviço, basta o segurado entrar em contato com a Central de Atendimento 24 horas. “A nossa equipe está disponível para atender a todos da melhor forma”, afirma.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta