Flix , plataforma digital com foco na venda de seguros e assistências pessoais, foi aprovada pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) para atuar, oficialmente, como seguradora digital. A habilitação é uma das mudanças geradas pelo projeto “SandBox”, anunciado pelo órgão regulador em outubro de 2020, que selecionou 10 empresas para investir, com menor custo regulatório e mais flexibilidade, em tecnologia e produtos para democratizar o mercado de seguros no Brasil.

Fundada durante a pandemia por Felipe Barranco, Marcos Carneiro e Manoel Carlos Barranco, a Flix tem como propósito digitalizar, escalar e simplificar um produto autoral e personalizável, que será impulsionado no Sandbox nos próximos três anos.

Para Felipe Barranco, CEO e cofundador da Flix, a confirmação do diário oficial é um passo importante para que a empresa aplique suas ideias para a democratização do setor. “Desde o começo da Flix, nós acreditamos na acessibilização do seguro residencial e enxergamos o produto como aliado para o cotidiano dos nossos clientes. A confirmação de que, a partir de agora, somos, oficialmente, parte de um projeto que impulsiona nossos objetivos é uma realização enquanto empreendedor”, explica.

A empresa passa, agora, a ter mais autonomia e agilidade no processo de desenvolvimento de novos produtos e serviços, além de espaço para buscar inovação para o setor, focando, também, em estabelecer novos horizontes para a precificação do produto. O ambiente experimental do Sandbox Regulatório é ideal para que as barreiras à inovação sejam derrubadas e o setor possa usufruir de produtos mais baratos e com melhor experiência para os usuários.

K.L.
Revista Apólice

Deixe uma resposta