generali

Em reunião presidida por Gabriele Galateri di Genola, o Conselho de Administração da Assicurazioni Generali aprovou a proposta do CEO do Grupo, Philippe Donnet, para uma nova estrutura organizacional.

A nova estrutura organizacional é desenhada para alcançar as principais estratégias e continuar entregando o plano Generali 2021, além de preparar a companhia para o novo ciclo estratégico. As principais metas são:

– Aprimorar a disciplina na Gestão de Ativos e Passivos para dar continuidade ao aumento da resiliência do balanço em meio a um mercado volátil, alinhado ao progresso alcançado desde o lançamento do plano. A capacidade de desenvolver produtos de seguro será fortalecida através da integração entre a gestão de investimentos do Grupo e área de seguros. Isso permitirá um atendimento superior às necessidades dos clientes, enquanto garante retornos sustentáveis para os acionistas em um ambiente de taxas de juros “mais baixas por mais tempo”.

– Acelerar a implementação da estratégia de plataforma de Gestão de Ativos multi-boutique, um pilar para o crescimento sustentável dos lucros, melhorando a diversificação de ganhos e reduzindo a absorção de capital, também através da adição de habilidades complementares.

– Acelerar o ritmo da transformação digital, simplificando os processos operacionais e continuando a entregar a ambição estratégica de parceiro para toda a vida, estabelecendo uma supervisão integrada de todos os pilares que dão suporte à transformação digital e tecnológica.

Como parte da nova estrutura organizacional simplificada, o Grupo está promovendo um número de executivos sênior da Generali que irão se reportar diretamente ao CEO do Grupo para entregar os objetivos do plano. Essas nomeações internas evidenciam o profundo banco de talentos da empresa e favorecem a valorização das aptidões e competências.

As principais nomeações são:

– Sandro Panizza assume a função recém-criada de diretor de Seguros & Investimentos do Grupo, efetivada a partir 1º de março de 2021. Essa nova unidade organizacional integrará as competências das áreas de Seguros e Resseguros da Matriz da companhia com a de Gestão de Investimentos.

– Carlo Trabattoni é promovido a CEO de Gestão de Ativos e Patrimônio, uma nova unidade de negócio que será criada em 1º março de 2021, seguindo a realocação das atividades de investimento do Grupo. Sua responsabilidade será de coordenar as atividades de gestão de ativos do Grupo e da Banca Generali.

– Bruno Scaroni foi nomeado diretor de Transformação da empresa, um novo cargo estabelecido, integrando responsabilidades ligadas à Estratégia com Operações e à transformação digital e tecnológica, efetivo em 1º de fevereiro de 2021.

– Giancarlo Fancel, atualmente diretor Financeiro da Itália e de Linhas de Negócios Globais, assumiu o papel de diretor de Riscos do Grupo, efetivo em 1º de março de 2021.

Além disso, o diretor Financeiro do Grupo, Cristiano Borean; a diretora de Marketing & Cliente, Isabelle Conner; e o diretor de Fusões e Aquisições, Massimiliano Ottochian, irão se reportar diretamente ao CEO da empresa a partir do dia 1º de fevereiro de 2021. As relações com investidores e com a agência de classificação serão reportadas ao diretor Financeiro.

Como resultado da nova estrutura organizacional, a função de gerente Geral deixará de existir. Frédéric de Courtois, o atual gerente Geral, deixará a empresa no dia 1º de fevereiro de 2021. Timothy Ryan, atual CIO do Grupo e CEO de Gestão de Ativos e Patrimônio também deixará a companhia no dia 1º de março de 2021.

O CEO do Grupo Generali, Philippe Donnet, comentou que “desde o lançamento do plano, nós tivemos um progresso significante dos nossos objetivos devido à rápida mudança no mundo e dos desafios sem precedentes. A proposta de nossa nova estrutura organizacional é apoiar a empresa para entregar o estágio final da nossa estratégia com sucesso e nos preparar para os desafios a seguir. Nossos objetivos continuam os mesmos: alinhar a gestão de investimentos à estratégia de seguros, ao passo que entregamos excelentes produtos e serviços para nossos clientes e criamos valor para nossos acionistas. Levando em consideração o ambiente da taxa de juros aceleramos a estratégia de Gestão de Ativos, que é um instrumento para melhorar os lucros; coordenamos uma transformação digital e tecnológica, um elemento essencial para a nossa ambição de um parceiro para toda a vida”, diz.

“Estou muito orgulhoso do nosso time de liderança com os recursos internos. Essa é mais uma prova da qualidade da gestão e das pessoas da Generali e do seu conjunto único de competências. A criação da Unidade de Seguros & Investimentos coloca a companhia na vanguarda do setor, estabelecendo uma gestão integrada de recursos de subscrição e de investimento. As mudanças já refletem nosso foco atual e prioridades, assim como garante total continuidade e eficácia. Frédéric de Courtois e Tim Ryan foram instrumentais na definição e realização do que alcançamos e, em nome do Grupo, eu gostaria de agradecê-los pelas suas contribuições e os desejo tudo de melhor em seus próximas empreendimentos.”

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta