delta
Nícolas Galvão (FOTO: Vinícius Costa/VCF)

A pandemia de 2020 mostrou como o setor de transportes é crucial para o país, ao mesmo tempo em que acelerou os processos de modernização das atividades de transportadores, embarcadores e locadoras. O resultado desta movimentação foi sentido pelo Grupo Delta, que cresceu 140% no ano graças aos investimentos realizados pela empresa em tecnologias para frotas e a ampliação da área de desenvolvimento de sistemas, que forneceram respostas rápidas para as demandas urgentes que 2020 trouxe para o segmento.

Para este ano, a projeção da companhia é seguir expandindo suas atividades com o lançamento de novas tecnologias e serviços. A previsão da empresa é alcançar um faturamento de R$ 100 milhões em 2021, gerando pelo menos 100 novos empregos diretos.

Com fábrica própria de software e hardware, a organização possui foco em inovação para melhorar procedimentos de assistência, manutenção, rastreamento e gestão de frotas, criando plataformas gerenciais customizadas para transportadoras, locadoras e seguradoras de todo o país. O ano será também de expansão do Delta Fleet, plataforma para gestão de frotas do grupo desenvolvida em 2020, que gera segurança e informações rápidas para gestores de pequenas, médias e grandes frotas. Um dos diferenciais da plataforma é a arquitetura aberta permitindo integrações com outras tecnologias.

Qualidade de entrega

Ao lado da tecnologia própria, a qualidade dos serviços pós-venda é um grande diferencial de mercado do Grupo Delta. A fidelização dos clientes é decorrente do foco na efetivação dos serviços e na customização das plataformas gerenciais. “Quando desenhamos o negócio da Delta, decidimos visitar e ouvir corretores de seguros sobre como melhorar os serviços de assistência de frotas, considerados muito ruins naquela época”, afirma Nícolas Galvão, CEO e fundador da companhia.

Ainda visando a excelência, “para o atendimento 24 horas, nós contratamos profissionais especializados em frotas, capazes de prestar o suporte necessário para que o transportador tenha o seu veículo parado o menor tempo possível”, completa Galvão. A utilização do WhatsApp para abertura dos chamados e avaliação instantânea do motorista sobre o atendimento também contribui para o aumento da qualidade do serviço.

Tecnologia e novos serviços

Da tecnologia aplicada à assistência das frotas derivaram vários serviços, usando a plataforma de geolocalização de prestadores, conectando frotistas a prestadores de serviços habilitados para solucionar o problema. Como resultado, os transportadores podem contar com serviços mais especializados e ágeis, que evitam situações na quais normalmente se perdiam horas e se enfrentava a burocracia para contratação.

“Quando o veículo sofre um acidente ou uma pane, nosso sistema cruza dados do veículo e sua localização com a rede de prestadores cadastrados. Isso auxilia nossos analistas no acompanhamento do serviço junto ao cliente. Com o Delta Fleet, além do serviço emergencial, o nosso cliente conta com dados de telemetria do automóvel para antecipar manutenções e evitar veículos parados, por exemplo” diz Marzon Castilho, CTO do Grupo.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta