teste
(FOTO: Callaghan O'Hare/Reuters)

Segundo portaria nº 648/2020, publicada no Diário Oficial em 17 de dezembro, ficou determinado que desde o dia 30 de dezembro de 2020, em voos do exterior com destino ao Brasil, todo viajante (brasileiro ou estrangeiro, incluindo tripulantes) deve apresentar o teste RT-PCR com resultado negativo ou não reagente para Covid-19. Este, para que seja válido, deve ter sido feito até 72 horas antes da viagem de retorno.

A exigência vale para qualquer viajante a partir de 12 anos de idade. Menores de 2 anos estão dispensados da apresentação do teste, assim como crianças com idade entre 2 e 12 anos, desde que seus acompanhantes cumpram todas as exigências. Já crianças entre 2 e 12 anos viajando desacompanhadas são obrigadas a apresentar o exame, da mesma forma que os demais.

Diante disso, a Assist Card assinou convênios com mais de 100 clínicas e laboratórios ao redor do mundo, que passam a oferecer descontos na realização dos testes RT-PCR. Os descontos dependem de cada laboratório, mas podem chegar a 20%. Em Portugal, por exemplo, um dos destinos de maior incidência de brasileiros, o preço para passageiros da seguradora passa de EUR 101 para EUR 85 na rede de laboratórios Synlab. Na Argentina, apresentando o voucher da companhia, os turistas brasileiros possuem até 20% de desconto na rede de Diagnósticos Maipu.

“Como empresa global, com 74 escritórios espalhados pelo mundo, aproveitamos nossas estruturas locais para negociar e garantir benefícios aos nossos passageiros. A lista completa de locais e laboratórios para a realização do teste RT-PCR pode ser encontrada através no link”, esclarece Alexandre Camargo, country Manager da seguradora.

A medida que exige apresentação de resultado negativo para coronavírus não é novidade para o turismo, como mostra o relatório de dezembro da UNWTO (Organização Mundial de Turism). Segundo a publicação, o teste vem sendo adotado por um número crescente de países e em novembro de 2020 chegou a ser exigido por 58% dos destinos de todo o mundo, que solicitaram o exame na chegada de turistas internacionais.

Assist Card e seguro contra Covid-19

Vale lembrar que a companhia é uma das poucas empresas do mercado que trata a doença como qualquer outra enfermidade. Ou seja, ao contrário de outras organizações que exigem a contratação de coberturas adicionais para Covid-19, ao contratar um seguro viagem o segurado já passa a contar automaticamente com a assistência médica necessária caso teste positivo para o vírus. Os preços partem de US$ 6,89, por dia, para viagens internacionais e R$ 9,00, por dia, para viagens nacionais.

Segundo Camargo, “a segurança dos viajantes sempre foi prioridade para a companhia, por isso, tanto para viagens nacionais, quanto internacionais, já incluímos a proteção médica contra o coronavírus em nossos produtos sem cobrar nada a mais por isso”. “Quanto ao teste RT-PCR, a Assist Card percebe a importância da realização do mesmo antes do retorno ao Brasil e quer ajudar os viajantes nessa etapa, garantindo que todos possam voltar sem complicações”.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta