seguro

Apesar de um ano atípico, muitas famílias estão contando os dias para viajar e curtirem pelo menos alguns dias de descanso. Para desfrutarem desse momento com tranquilidade, além de programar tudo com antecedência, o seguro residencial é considerado indispensável para caso aconteça algum imprevisto durante as férias. “Esse tipo de seguro protege o patrimônio contra uma série de eventos como: incêndio, furto e roubo, vazamentos, quebra de vidros entre outras coberturas que visam diminuir a perda financeira do segurado caso algum imprevisto ocorra no imóvel.”, afirma o diretor-executivo da Corretora de Seguros Bancorbrás, Luiz Carlos Gama Pinto.

A contratação do seguro residencial no Brasil ainda é pequena. Segundo dados da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), apenas 14% dos domicílios brasileiros estão cobertos por esse serviço. Apesar de ser um custo a mais mensal, o produto pode ser um aliado do planejamento financeiro, já que poucas pessoas têm reserva financeira suficiente para restabelecer rapidamente suas necessidades se acontecer um imprevisto em casa. “O serviço é barato em relação aos seus benefícios. Às vezes, uma única visita de um chaveiro ou eletricista, por exemplo, pode custar o mesmo valor da apólice inteira. Isso sem falar em um evento mais grave, como um incêndio ou um raio”, diz Luiz Carlos.

Seguro-Residencial

A cobertura principal cobre danos causados por incêndios, quedas de raios e explosão causada por gás empregado no uso doméstico e suas consequências, como: desmoronamento, impossibilidade de proteção, despesas com combate ao fogo e desentulho do local. “Além de assistência 24 horas com eletricista e chaveiro, os clientes têm a oportunidade de personalizar o produto de acordo com as necessidades de cada família”, ressalta Luiz Carlos.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta