A Youse já está se preparando para ofertar o Pix, novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, na sua jornada de seguros. A expectativa da insurtech é utilizar o formato para o pagamento de indenizações de sinistros e também disponibilizar o Pix como uma alternativa de pagamento à vista do Seguro Auto.

“Acredito que a empresa tenha total aderência ao Pix já que o formato poderá trazer mais rapidez e agilidade aos nossos clientes, por isso estamos trabalhando para oferecer esse novo meio de pagamento e atrair pessoas que não usam cartões de crédito ou débito que são, atualmente, as opções de pagamento oferecidas por nós”, afirma Federico Salazar, diretor de produtos da companhia.

Após avaliar o mercado, aderência e a própria plataforma do Banco Central, a expectativa é utilizar o formato para todos os processos de recebimento, como contratações das modalidades de seguro, endosso e também para pagamentos de sinistros, fornecedores, programas de recompensa; além de oferecer o Pix como um meio alternativo em caso de inadimplência ou disponibilizar aos interessados em migrar para esta nova modalidade.

Como na insurtech todo o processo de contratação do seguro pode ser feito com autonomia e de maneira 100% digital, o Pix agregará mais uma solução online à empresa. “O cliente poderá escolher ter a cobrança de seu seguro via Pix entre as demais opções de pagamento disponíveis. Além disso, o formato é 100% gratuito e seguro como define o Banco Central”, diz Salazar.

Essa agilidade também deverá ocorrer diante de uma indenização de sinistro confirmada, por exemplo. “Atualmente, como estamos sujeitos aos processos das instituições bancárias, o pagamento de uma indenização de sinistro pode levar dias para acontecer, mas ao aderirmos ao Pix esse pagamento acontecerá em minutos, conforme prevê o próprio formato. Ou seja, o modelo traz uma vantagem competitiva, será um diferencial para a empresa e também uma facilidade para o cliente”, conclui o executivo.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta