O Ibracor deu mais um passo para reforçar o seu papel e implementar a supervisão orientativa. Trata-se de um questionário enviado aos associados, no qual são abordadas as atividades que os corretores de seguro devem observar, sob pena de sofrerem penalidades impostas pela Susep.

O questionário tem por objetivo orientar os associados sobre os controles que devem manter e as informações que precisam fornecer aos seus segurados. Vale ressaltar que essas questões ganharam relevância a partir do início da vigência da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), que deve ser estritamente seguida também pelas corretoras de seguros, pois há a previsão de punições severas que, muitas vezes, podem, inclusive, inviabilizar a continuidade da empresa.

O questionário foi encaminhado a todos os associados do Instituto por e-mail. “É de fácil resposta e não toma muito tempo”, afirma o diretor de Fiscalização da entidade, Paulo de Tarso Meinberg.

O acesso às informações é restrito ao Instituto. As respostas ao questionário indicarão o perfil atual dos corretores de seguros, permitindo à organização desenvolver programas de orientação para o desenvolvimento da categoria, cumprindo assim o seu Plano de Supervisão Orientativa.

Essas respostas também irão subsidiar o relatório anual de atividades, que será encaminhado à Susep no início do próximo ano. “É muito importante que todos respondam o questionário para obtermos o perfil exato dos corretores de seguro”, ressalta Meinberg.

Atualmente 20% dos corretores recadastrados já são associados à entidade, única autorreguladora autorizada pela Superintendência. A expectativa é de que esse percentual cresça rapidamente, até porque, quanto mais corretores de seguros aderirem, maior será a representação.

“O nosso objetivo é fortalecer a profissão do corretor de seguros, pilar fundamental do Sistema Nacional de Seguros”, enfatiza Meinberg, acrescentando que, ao se associar ao Instituto, o profissional assume um compromisso com a ética e as boas práticas, conquistando, assim, o seu direito a ter um o “selo de qualidade” concedido pela autorreguladora.

O questionário em formato digital pode ser acessado neste link.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta