Elis Moes

A Zurich tem nova gerente regional em Santa Catarina. Trata-se de Elisângela Maria da Silva Moes, mais conhecida no mercado segurador como Elis Moes. Ela, que assumiu a Regional SC no canal corretor desde o dia 20 de outubro, responde pelas filiais Blumenau, Chapecó, Joinville e Florianópolis da seguradora, chegando para impulsionar a presença da companhia no estado.

Formada em direito pela Universidade Regional de Blumenau, Elis possui um MBA em Gestão Estratégica de Vendas pela Fundação Getulio Vargas. Possui também especializações em gestão empresarial de médias e grandes empresas, com foco em resultados pela Fundação Dom Cabral e pela Fundação Fritz Mueller FFM – PAEX. Também possui vivência na área acadêmica, lecionando na Escola Nacional de Seguros, assim como é palestrante. Antes de ingressar na empresa, teve passagens pela Áthina Administradora e Corretora de Seguros, Insurance Assessoria, Bergus Corretora de Seguros, Addmakler Corretora de Seguros, Marítima Seguros, Real Seguros, SulAmérica Seguros Gerais e Bradesco Seguros.

“Estamos muito felizes por ter Elis no nosso time. Ela tem quase 30 anos de experiência na área de seguros, com conhecimento em todos os ramos do segmento, mas com expertise maior nos ramos de benefícios, seguros corporativos e seguros massificados. Além disso, tem vivência em Gestão Empresarial com foco no desenvolvimento de equipes e liderança comercial”, afirma o diretor Regional Sul da Zurich e também presidente do Sindicatos das Seguradoras (Sindseg) daquele estado, Waldecyr Schilling.

O executivo fala da importância de Santa Catarina para a companhia. “O estado bateu recorde de arrecadação no primeiro trimestre de 2020, com mais de R$ 2,6 milhões de prêmios e crescimento superior a 8% no período, com destaque para os seguros de pessoas e danos por responsabilidade. Porém, há espaço para crescer ainda mais, já que o mercado catarinense tem economia plural, com ênfase no setor de serviços, e tem tudo para manter essa dinâmica após a pandemia. A seguradora vê muitas oportunidades no estado”, diz Schilling.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta