Cada dia mais complexo, o mercado de seguros exige capacitação técnica dos profissionais que atuam na área para traduzir as particularidades dos produtos aos clientes. Com o propósito de promover a especialização necessária, a Conhecer Seguros chega no mercado reunindo um time de professores para conduzirem cursos sobre os mais diversos ramos e nas modalidades que o aluno desejar. Tudo isso com preços atrativos.

As oportunidades podem ser conferidas no novo site da instituição. Os treinamentos levam conhecimento tanto aos profissionais que já estão inseridos no mercado de seguros, quanto àqueles que nele iniciam suas carreiras.

“Já ofertávamos cursos por meio de parcerias com importantes entidades do setor, mas agora lançamos uma plataforma própria, voltada a quem deseja se especializar em seguros. Temos mais de 35 cursos disponíveis e, apenas no último ano, foram quase 4 mil inscrições de alunos. Essa receptividade impulsionou nosso crescimento e nos motivou  a levar capacitação para os profissionais que desejam alcançar um patamar de destaque nesse mercado”, afirma o diretor da instituição, Sidney Dias.

A empresa foi criada pelos sócios Artur Santos, Júlio de Carvalho, Sandra Petroncare, Sidney Dias e Walter Polido, especialistas nas áreas de Seguros, Resseguro, Finanças e Gestão, que decidiram contribuir na transformação do mercado de seguros por meio do conhecimento. “Todos nós possuímos carreiras na área acadêmica, que foram desenvolvidas em paralelo às nossas atividades nesses setores. É daí que vem a paixão pelo desenvolvimento de pessoas”, diz Polido.

A Conhecer possui cursos online e presenciais. Nesta pandemia da Covid-19, que inviabilizou os treinamentos presenciais, a empresa inovou ao ofertar cursos em uma nova modalidade, online e ao vivo. Assim, os alunos conseguem estudar de casa e acompanhar o professor em tempo real. “A experiência no digital tem sido muito interessante, tanto para os professores, que conseguem desenvolver dinâmicas de divisão de turmas e trabalhos em grupo, quanto para os estudantes, que ficam mais próximos do professor e podem sanar dúvidas no momento da aula”, afirma Polido.

Setor de oportunidades

Segundo a Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg), em 2019, o mercado de seguros cresceu 12,1%. Ainda que esse índice seja bastante relevante, para Dias existe espaço para aumento dos indicadores, já que uma parcela considerável da população brasileira não possui qualquer tipo de seguro. “Temos muito o que crescer e, para isso, precisamos mostrar as diversas possibilidades de proteção existentes no mercado. Seguros que vão além do Automóvel, mas que também protegem pessoas, possibilitando uma aposentadoria tranquila e resguardando patrimônios. Para tornar o setor mais conhecido, nada melhor do que a capacitação”, acredita o diretor.

Dias destaca que as transformações das empresas, das sociedades e dos países são feitas por pessoas. “São feitas por profissionais comprometidos com os negócios, motivados, com sólida formação e com bases técnicas consistentes. Esse é o caminho para que possamos atingir altos índices de participação do setor de seguros no PIB, semelhantes aos dos países considerados desenvolvidos”, explica.

De acordo com dados divulgados recentemente pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), a participação do mercado de seguros no PIB, em 2019, foi de 3,8%. Se considerar o setor de Saúde Suplementar, como mostra um relatório publicado pela CNseg, o percentual sobe para 6,7%.

Diante desse cenário, Polido acrescenta que o setor passa por um momento decisivo de reciclagem do conhecimento e de postura. “O treinamento é mais do que necessário para corretores de seguros, seguradores, reguladores de sinistros, gestores, peritos, advogados, enfim, para todos que de alguma maneira estão engajados no universo do seguro”, analisa. A multiplicidade de clausulados de coberturas, conforme o processo liberalizante em curso pela Susep, fará com que os profissionais, ‘mais capacitados tecnicamente’, sejam mais valorizados e requeridos pelos diferentes agentes deste mercado”, completa.

Capacitação no mundo digital

Para os diretores, são inúmeras as demandas do mercado e as novidades surgem de maneira cada vez mais acelerada. “A nossa análise do setor indicou a existência de um grande número de profissionais que necessitam de capacitação e especialização para atuar de maneira efetiva na transformação do mercado”.

Exemplo disso são as novidades com o advento do mundo digital e a pandemia que o País enfrenta. Seguros para Riscos Cibernéticos, telemedicina, proteção para equipamentos em home office, Responsabilidade Civil de Diretores com medidas equivocadas em relação à Covid-19 e tantas outras particularidades requerem atualização constante de quem atua nesse mercado. “Com o mundo digital, o interesse pelo seguro se expandiu pelo Brasil e há um mundo de possibilidades a serem exploradas”, comenta Polido.

Momento de oxigenação

Capacitar profissionais experientes é só um dos desafios. Dias também analisa que é essencial atrair os jovens, que chegam com novas ideias e entendem os interesses dos consumidores modernos. “O mercado não pode se fechar em si mesmo. Deve sempre ser oxigenado, contando com aporte de novas pessoas para que possa evoluir. Por isso a Conhecer trabalha nas duas frentes: desenvolver os profissionais experientes e atrair quem ainda está lá fora”.

A entidade está atenta às necessidades do setor. Em seu planejamento, muitas novidades estão programadas para os próximos meses, levando cursos e treinamentos para uma gama crescente de pessoas.

“Temos vários cursos e treinamentos já em fase final de desenvolvimento e planejamento da oferta, que serão divulgados nas próximas semanas. Eles vêm atender a demandas de diferentes profissionais do mercado: corretores de seguros, subscritores de riscos e outros especialistas que atuam no setor”, ressalta Polido.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta