O ramo dos Seguros de Vida na Rede Lojacorr cresceu 40% de 2019 para 2020. A produção ultrapassou R$ 17 milhões de janeiro a agosto, contra R$ 12 milhões no mesmo período do ano passado. Entre os fatores que explicam o crescimento está a ressignificação do produto para a sociedade, que vem apresentando maior procura em 2020.

Alan Vasconcelos, gestor da Unidade de Recife da empresa, diz que no Brasil há um amplo campo para trabalhar seguro de vida. “Percebendo isto, a companhia vem fazendo um trabalho muito interessante, trazendo corretores especialistas no produto com o intuito de compartilhar conhecimento. Devido ao momento atual que atravessamos, tem aumentado a consciência das pessoas e empresas sobre o risco e a importância da proteção. Portanto, é crescente a procura pelo produto e precisamos estar preparados para suprir as necessidades dos nossos segurados. Afinal, esta é a nossa missão: proteger mais e melhor”, conta.

Visando esse fortalecimento da atuação em Vida e Previdência, além de expansão em capilaridade, a Rede firmou recentemente uma parceria com a corretora Your Broker, da Unidade Rede Lojacorr de Recife – PE. José Carlos da Silva, sócio da corretora e consultor de equipes de seguros de vida e previdência, diz que, nos últimos meses, houve procura por seguro de vida em torno de 30% na região. O especialista conta que esse segmento da proteção tende a mudar após a pandemia e já vem passando por transformações. “A procura vem crescendo devido à pandemia, por conta da preocupação com o futuro. As pessoas perceberam que não estão imunes às fatalidades. Por isso, o seguro de vida mostra os benefícios de quem tem essa proteção em suas vidas, com o intuito de proteger suas famílias e dar continuidade aos sonhos mesmo frente à pandemia”, explica.

Por isso, Silva conta que as companhias vêm demonstrando interesse em ampliar alguns dos seus produtos em prol desse atendimento à forte demanda da população para a proteção de vida, e não mais apenas dos bens, como era o costume do brasileiro em relação ao seguro auto. Como grande parte das companhias não cobriam epidemias e pandemias, passaram a oferecer a cobertura e pensar sobre a necessidade de criar alternativas para o cliente, visando mantê-lo seguro e fiel à proteção. Sendo assim, há preocupação com os sinistros, mas também com as renovações. Afinal, o consumidor que sofre perdas financeiras significativas não terá receita para renovar ou contratar uma apólice. Isso demonstra a ressignificação e valoração do seguro na sociedade. “Trata-se, portanto, de uma mudança de valores, a fim de buscar perenidade em toda a vida. Teremos, num futuro próximo, produtos mais completos, com certeza”, explica o corretor.

De acordo com o diretor Regional Norte e Nordeste da Lojacorr, Eucrésio Neto, é de extrema importância que seja cada vez mais difundido o seguro no país, para que em momentos como este que estamos vivendo possamos proteger ainda mais brasileiros.

Leia mais: Coronavírus: procura pelo seguro de vida aumenta durante pandemia

Além disso, a empresa mantém as parcerias com as principais seguradoras para esse ramo no Brasil, entre elas: Bradesco, MetLife, Tokio Marine, Sompo, Liberty, Previsul, SulAmérica, Unimed Seguros, Sancor, Icatu, Centauro, Zurich, Mitsui Sumitomo, Sura, Prudential do Brasil, Alfa, Chubb, American Life, Mapfre e Mongeral.

N.F.
Revista Apólice

1 COMENTÁRIO

  1. Puxa esse numero pode parecer grande mas se dividirmos 17 milhoes por 8 meses e dividirmos o resultado por 1200 (acho que é esse o número de corretores que a Lojacorr tem) chegamos a um premio medio de vida por mes por corretor inferior a R$ 1800,00! É muito pouco!

Deixe uma resposta