No último levantamento realizado pela B3, empresa responsável pelo SNG (Sistema Nacional de Gravames), cerca de 6,1 milhões de veículos brasileiros foram financiados em 2019, esse número foi o melhor desde 2014.

Os financiamentos de veículos são realizados por diferentes bancos privados e públicos, por meio do Crédito Direto ao Consumidor o cliente entrará em contato com o banco escolhido, informando-se com o gerente como pode ser feito o financiamento.

Após realizar o contrato, o veículo será entregue para o cliente, que deverá cumprir rigorosamente com os pagamentos. Diferente dos veículos próprios, que quando ocorre um incidente o valor da indenização segue para o segurado, nos casos dos veículos financiados o dinheiro será direcionado para a instituição financeira.

A Seguralta apresenta três maneiras para que o cliente não perca completamente seu investimento, caso haja algum incidente com seu veículo financiado.

O cliente pode quitar a sua dívida com a instituição financeira e depois receber a indenização integral da seguradora; a seguradora poderá quitar o restante do financiamento e o segurado poderá receber o restante da indenização, caso haja; ou comprar outro veículo e substituir a garantia da dívida, no qual a instituição financeira e a seguradora serão informadas que o cliente irá realizar a compra de outro veículo com a indenização e continuar pagando o financiamento.

Para o dono do veículo ter acesso a essas opções, deve possuir um seguro para o seu carro.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta