O Clube dos Corretores de Seguros de São Paulo (CCS-SP) recebeu executivos da SulAmérica na sua live no dia 1º de setembro para tratar do novo momento da seguradora. A transmissão ao vivo contou com as presenças do vice-presidente Comercial e Marketing da companhia, André Lauzana; e do diretor Comercial, Luciano Lima. A mediação foi realizada pelo mentor da entidade, Evaldir Barboza de Paula, e a interação com o público ficou sob a responsabilidade do secretário Nilson Arello Barbosa.

Os convidados apresentaram as iniciativas e novidades da empresa após a venda da operação de automóvel. Lauzana explicou que a seguradora passou a conduzir suas operações de acordo com o novo conceito de atendimento à saúde integral do cliente, que inclui saúde física, emocional e financeira, oferecendo soluções mais completas. O novo enfoque da companhia foi ajustado ao momento atual, considerando os novos hábitos de consumo e formas de relacionamento.

Evaldir comentou a boa adaptação do corretor aos meios tecnológicos na atualidade, mas destacou a necessidade de apoio das seguradoras. Lima informou que a empresa está atenta a essa necessidade, tanto que no último semestre já treinou mais de 41 mil pessoas. Lauzana avaliou que a tecnologia serve para ampliar o acesso dos corretores a públicos que antes não era possível atender e para complementar a oferta de acordo com os novos hábitos de consumo. Daí porque considera que “o futuro será cada vez mais humano”.

Além de manter três superintendências comerciais em São Paulo, Lima informou que a seguradora criou canais específicos para o corretor. Um deles são as lojas de varejo e atacado para a oferta de produtos de baixo tíquete. Atualmente, a companhia mantém mais de dez campanhas de incentivo às vendas, como o Grana Extra e O meu primeiro PME. Na área de gestão de saúde, a empresa lançou novos produtos da linha Direto.

Esse é o caso dos produtos SulAmérica Direto Sampa Azul e do SulAmérica Direto Sampa Branco, que oferecem, por meio de convênios com hospitais, laboratórios e outros prestadores, seguros regionais a preços acessíveis. “Os planos são oferecidos para até três vidas por empresa, com Médico na Tela e a possibilidade de coparticipação”, disse.

O mentor do Clube orientou os corretores sobre a forma da oferta de seguros, fazendo uma analogia com o pedido de votos de candidatos em época de eleição. “O profissional deve oferecer os produtos sempre com a observação das necessidades do cliente”, disse.

Na área de previdência complementar, Lima informou que a seguradora aumentou o seu portfólio de fundos para atender todos os perfis de investidores. Os produtos de vida também evoluíram, segundo ele, e hoje são totalmente digitais, incluindo a DPS online. A companhia também tem soluções na área de investimento para atender à saúde financeira de clientes, um dos tripés da saúde integral.

Segundo Lauzana, o corretor não poderá vender esses produtos, porque necessita de certificação, mas poderá indicar a empresa aos seus clientes. “Ofereçam, porque, às vezes, as pessoas não conhecem ou não têm acesso a outros investimentos além da poupança ou sentem vergonha de perguntar”, disse.

O mentor do Clube perguntou aos convidados sobre o programa de sucessão. Lauzana informou que o Nova Geração não acabou e que em breve terá novidades. Por fim, ele antecipou o lançamento de um novo programa de capacitação e treinamento para os corretores, que também incluirá novos produtos. “Será um programa para que os corretores se preparem e façam ainda mais negócios”, disse.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta