Enquanto a pandemia num dia restringe o trabalho e no outro flexibiliza, muitos negócios aprendem como manterem-se ativos, gerando renda para o Brasil. Esse foi o caso da Rede Lojacorr Consórcios, administrada pela BR Consórcios, que fechou o 1º semestre com mais de R$ 20 milhões de produção, mantendo mesmo com a quarentena a meta anual da empresa em 46 milhões até o final do ano. Apenas em junho, o resultado de consórcios foi de R$ 4,7 milhões.

Em 2018 a empresa realizou mais de R$ 28 milhões em vendas de Consórcio, já em 2019 houve um crescimento aproximado de 30% com o total de vendas de R$ 37 milhões, encerrando o exercício com 700 cotas vendidas, resultado creditado a mais de 220 corretoras da Rede. A ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios no Brasil) divulgou em um boletim que o impacto no sistema foi sentido mais a partir da segunda quinzena de março. Nos quatro primeiros meses do ano, o Sistema de Consórcios atingiu 845,55 mil adesões (jan-abr/2020) contra 924,70 mil (jan-abr/2019), equivalente a 8,6% de retração em relação ao mesmo quadrimestre do ano passado.

De acordo com Geniomar Pereira, diretor Comercial da empresa, estão sendo feitos esforços diários para minimizar os impactos causados pelo coronavírus. O empenho está sendo intenso para potencializar os resultados nesse período de crise econômica. “Estamos conseguindo reverter um cenário de queda na produção, investindo em públicos de poupadores e acreditando no perfil de público usuário do sistema de consórcios”.

Leia mais: Produção da Rede Lojacorr aumentou 27,75% no semestre

José Roberto Luppi, diretor comercial da BR Consórcios, diz que os segredos de consórcios, que vem sendo feitos desde abril, não foram bem segredos, apenas movimento e proatividade. As dicas de vendas para reverter a crise econômica do País vêm sendo atuar da mesma forma que antes da pandemia, só que com as restrições de convívio e cuidados extremos de higiene. “Da mesma forma que a Lojacorr, conseguimos agir rápido para colocar a equipe comercial e operacional em home office e adaptar o trabalho a esse novo modelo, sem alterações nos processos. Assim, o trabalho acentuado pela produção continuou em prol do crescimento dos negócios”, explica.

N.F.
Revista Apólice

1 COMENTÁRIO

  1. Muito estranho! A Porto faz em torno de R$ 27 milhoes por mês de receita no consórcio. Como é possível a Lojacorr fazer R$ 5 milhões por mês! Tem algo errado. Além disso a Lojacorr Consórcios não aparece na lista de Administradoras autorizadas pelo Banco Central.Abaixo segue o link do ultimo balanço da Porto no Consórcio. Vejam os numeros da Porto no demostrativo de resultados.Não encontrei o balanço da Lojacorr.

    https://s3.amazonaws.com/mz-filemanager/b77a3922-d280-4451-b3ee-0afec4577834/a1d53424-32d2-48b6-81d8-d2abb30ccc7a_%28PORTO_CONSORCIO%29_OESP-31-32.pdf

Deixe uma resposta