EXCLUSIVO – Os 39 mil corretores que estão na base da SulAmérica agora estão com um novo desafio: cuidar exclusivamente da proteção da pessoa. Saúde física, mental e emocional fazem parte da visão integral da companhia para que as pessoas vivam com equilíbrio.

Depois de fechar o ciclo da venda da operação de automóveis e ramos elementares para a Allianz, em um negócio de R$ 3 bilhões, a SulAmérica agora concentra sua energia na operação de saúde, odontologia, vida, previdência privada e investimento.

“Queremos que o cliente nos veja como uma gestão integral, que oferece que grande rede de atendimento à saúde. Assim como colocamos no ar o Saúde na Tela, que contempla médicos e psicólogos, também podemos tangibilizar o atendimento de consultoria financeira”, informa André Lauzana, vice-presidente Comercial e de Marketing da SulAmérica.

A seguradora identificou também uma preocupação das empresas com seus colaboradores e conta com os corretores para poder apresentar uma lista de produtos que vão além do seguro saúde, passando pela previdência, pelo seguro de vida, para prover uma solução mais completa, com a consequente melhora dos indicadores de bem-estar, engajamento dos colaboradores.

“Os produtos são para os indivíduos. Temos que entender o momento do consumidor, para proteger o que lhe é mais caro, seja a escola dos filhos ou a formação de poupança”, acrescenta Lauzana, explicando que é necessário aumentar o acesso das pessoas a serviços de proteção da saúde física, emocional e financeira.

O corretor deve ser um consultor de proteção, que deve entender o momento do cliente. Desta forma, a venda consultiva acrescenta que um grande valor ao negócio. “Com uma proposta de saúde integrada, a conversa flui e o cliente entende o propósito e o valor do serviço”, ressalta Lauzana.

Em 2020, já foram treinados quase 30 mil corretores. A aceitação foi ainda maior neste momento de pandemia, com grande adesão à capacitação para os produtos de proteção e serviços de apoio às vendas de produtos PME’s e Saúde Direto.

Kelly Lubiato
Revista Apólice

Deixe uma resposta