O Grupo MDS e a MDS Brasil anunciaram Thiago Tristão como novo CEO da MDS Re.

A MDS RE é uma empresa do Grupo especializada no desenvolvimento e negociação de soluções em Resseguro. A marca opera em países como Brasil, Portugal e África. A empresa, que oferece suporte aos clientes, consultoria customizada e colocação de resseguro para riscos tradicionais e emergentes, tem colaborado para a integralização dos maiores riscos da organização, sobretudo nas carteiras de Property, Liability e Marine.

O posicionamento de Tristão à frente da empresa permitirá ampliar os negócios e a competitividade da marca, oferecendo soluções melhores e mais diversificadas aos clientes. Além do comando da MDS Re, o executivo também permanece como vice-presidente de Riscos Corporativos da corretora. “Este é um novo desafio e nós estamos preparados para gerir todas as necessidades e requisitos de nossos clientes no que diz respeito a resseguro. Temos trabalhado com os principais mercados globais e atuamos na resolução de quaisquer colocações de riscos/demandas”, diz o executivo.

Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Estácio de Sá e pós-graduado em Gestão Estratégica de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas, o executivo acumula mais de 20 anos de carreira, com conhecimento nos Ramos Elementares e de Resseguros. O profissional tem passagem por alguns dos principais grupos seguradores do mundo e experiência em atividades relacionadas a planejamento estratégico, relacionamento com clientes e parceiros comerciais, além de geração de clima organizacional.

“Temos certeza de que Thiago vai cumprir muito bem a missão de desenvolver e implementar soluções, trazendo ainda mais valor à empresa. Acreditamos no enorme potencial de crescimento do mercado de resseguros e nas possibilidades que esse segmento proporciona ao cliente final”, afirma José Manuel Dias da Fonseca, CEO Global da MDS, que destaca a experiência de Tristão na condução dos negócios. “A capacidade técnica da equipe, somada ao aumento do apetite de riscos das seguradoras no Brasil, abre precedente para um aumento do número de negócios e justifica o reforço da estrutura da marca”, conclui o líder.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta