“Esta é uma convocação de empresário para empresário”, diz o manifesto assinado por 40 grandes empresas que lançaram o movimento #NãoDemita. Como o nome já diz, o intuito da campanha é que as demissões sejam evitadas nas organizações durante a pandemia do novo coronavírus.

Dentre as companhias que endossam o movimento estão varejistas como o Grupo Pão de Açúcar e o Magazine Luiza, grandes bancos, fabricantes de alimentos, empresas de tecnologia, saúde e investimentos. A campanha afirma ainda que, se as empresas mantiverem o quadro corporativo, estarão ajudando a evitar ou minimizar um colapso social.

O mercado de seguros, segmento que cada vez mais demonstra sua importância na economia do País, preocupado com o bem-estar da população brasileira, também resolveu aderir ao movimento e apoiou a causa.

A Tokio Marine aderiu, no dia 03 de abril, ao manifesto, garantindo a manutenção de mais de 2 mil postos de trabalho no Brasil durante o isolamento social para minimizar os impactos socioeconômicos da pandemia do novo coronavírus.

“Temos uma enorme responsabilidade com a sociedade e o manifesto está diretamente relacionado com a filosofia do Grupo de ‘olhar além do lucro’. Neste momento especialmente difícil, é essencial proporcionar aos nossos colaboradores a tranquilidade necessária para que preservem a saúde e continuem exercendo suas funções com segurança”, afirma o Presidente da companhia, José Adalberto Ferrara.

Outra seguradora que também assinou o manifesto foi a MAG Seguros. A iniciativa tem como objetivo o comprometimento com a preservação do emprego dos mais de 1.200 colaboradores da organização em todo o país pelos próximos meses.

“Somos uma empresa que preza pelas pessoas. Participar deste movimento está alinhado com o nosso valor corporativo de valorizar as relações duradouras. Sabemos o quanto a manutenção dos empregos neste momento adverso é de extrema importância para nossos colaboradores e suas famílias, além de contribuir com a economia do nosso país”, explica Helder Molina, CEO da companhia.

Leia mais: Coronavírus: quais seguros o corretor pode ofertar durante a pandemia?

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta