Os brasileiros têm até o dia 30 de junho para declarar o Imposto de Renda referente a 2019. Quem tem um plano de previdência modalidade PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) e aproveitou o ano anterior para realizar aportes extras tem agora uma vantagem na hora de acertar as contas com o leão, pois vai poder deduzir os valores em até 12% da renda bruta anual tributável, o que significa pagar menos ou restituir mais imposto agora.

“Além da possibilidade da dedução no IR, investir em previdência privada ajuda o cliente a construir seu planejamento financeiro para realizar sonhos e ter uma aposentadoria tranquila”, afirma Fernanda Pasquarelli, diretora de Vida e Previdência da Porto Seguro.

A executiva destaca alguns benefícios da previdência privada e dá conselhos para auxiliar as pessoas a aproveitarem melhor seu benefício. “O incentivo fiscal do PGBL é um adiamento do imposto, que será cobrado no resgate ou no pagamento da previdência lá na frente. Então, a dica é reinvestir o valor da dedução no próprio plano para aumentar a reserva futura. Outra dica é optar pelo regime regressivo de tributação e manter cada contribuição aplicada por mais de 10 anos, porque nesse caso você terá uma alíquota de 10% na hora de retirar o dinheiro. Por fim, inclua as coberturas de renda e pensões no seu plano. Elas irão te proteger e à sua família em caso de imprevistos financeiros”.

Leia mais: Investimentos em previdência privada cresceram 16,9% em 2019

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta