O mundo vem passando por transformações e estamos na era do compartilhamento, seja de informações, locais de trabalho, meios de transporte e até mesmo o segmento residencial, com novos formatos de moradia, segue por essa linha. Um desses novos formatos é o chamado coliving, um novo modelo que, basicamente, é o compartilhamento de uma residência. Atenta a essa nova opção de moradia, a Porto Seguro passa a aceitar também colivings em seu seguro residencial.

“Estender o nosso seguro residencial ao modelo de coliving demonstra como a empresa está atenta às oportunidades de mercado e às tendências da sociedade. Com isso, o produto fica mais abrangente e oferece mais oportunidades de negócios aos nossos parceiros corretores”, afirma Marcel Tornero, gerente de Ramos Elementares da seguradora.

No coliving, de forma bem organizada, várias pessoas dividem a mesma casa, geralmente em regiões centrais, com quartos individuais, e compartilham áreas comuns do imóvel, como cozinha, área de serviço e sala de estar, sempre equipadas com o que os moradores precisam. Com maior apelo entre os jovens, o mercado está crescendo e tem amplo potencial de expansão.

Leia mais: Porto Seguro apresenta novidades no seguro Fiança Locatícia

Nesse modelo, o seguro residencial pode ser contratado pelo proprietário do imóvel e em caso de sinistro, tanto os bens do proprietário como os bens dos inquilinos estarão amparados, desde que o valor contratado no seguro seja suficiente para a indenização de ambos.

Mais informações estão disponíveis no site.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta