A Minuto Seguros acabou de realizar um estudo com base na lista divulgada pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), com os carros mais vendidos no Brasil em fevereiro.

O Onix, da Chevrolet, continua com larga vantagem como o carro mais vendido do Brasil. O hatch da montadora americana, que desde 2015 ocupa a 1ª colocação, fechou fevereiro com 17.652 unidades comercializadas. Com relação ao preço médio do seguro, após registrar queda em janeiro, o modelo teve alta de 10,6%. No mês passado, o valor ficou em R$ 2.020, enquanto em fevereiro a média foi de R$ 2.234 para o público masculino. Para as mulheres, o preço passou de R$ 1.543 para R$ 1.643, uma elevação de 6,5%.

Consolidado na 2ª posição desde outubro de 2019, o Onix Plus se manteve estável em relação ao preço médio do seguro para o perfil feminino: R$ 1.868, um real a menos do que o cotado em janeiro. Ainda dentro das cotações para as mulheres, chamou a atenção a queda acentuada registrada no preço para o Rio de Janeiro. Em fevereiro, o valor ficou R$ 666 mais barato do que no primeiro mês do ano, uma redução de quase 23%. No que diz respeito ao preço médio do seguro entre as capitais cotadas para o público masculino, houve elevação de 4,8% em comparação a janeiro.

Após três meses fora do Top 3, o HB20 alavancou as vendas e foi o 3º veículo com mais unidades emplacadas em fevereiro, superando o Ford KA, dono da posição até então. Com relação ao preço do seguro, boas notícias para quem é de São Paulo e do Rio de Janeiro. Em ambas as capitais, o valor apresentou uma redução para o público masculino. Na cidade paulista, os homens pagam R$ 21 a menos no seguro do carro em relação a janeiro, enquanto para os cariocas o valor diminuiu R$ 125.

Ford KA registra o menor preço do seguro para mulheres enquanto Kwid é o mais barato para os homens

Presente entre os três primeiros colocados desde outubro de 2019, o KA perdeu o posto para o HB20 e ficou na 4ª colocação entre os carros mais vendidos do Brasil em fevereiro. No entanto, com relação ao preço do seguro, ele continua sendo uma das opções mais baratas. Para as mulheres, pelo segundo mês consecutivo, o hatch da Ford registrou o menor preço. Sua cotação média foi de R$ 1.455, apenas 2% a mais do que o levantado em janeiro. Já para o público masculino, o valor ficou em R$ 2.197, uma elevação de 5,5% em comparação com o primeiro mês de 2020.

Já para o público masculino, o valor médio mais baixo em fevereiro ficou com o Kwid. O mini-SUV registrou o preço de R$ 2.117 entre as capitais cotadas, 5,7% a mais do que o mostrado no levantamento de janeiro, que foi de R$ 2.002. Para as mulheres, as cotações envolvendo o veículo mais vendido da Renault foram positivas. Houve redução de 5,5% no preço do seguro em relação a janeiro. De R$ 1.610 para R$ 1.522, o que, em reais, significa uma diminuição de R$ 88.

Fora da lista em janeiro, o T-Cross retornou ao Top 10 no segundo mês do ano, sendo mais um dos modelos a apresentar redução no preço médio do seguro para o público feminino. O valor registrado foi de R$ 2.553, o que significa 1,4% a menos do que mostrado na primeira cotação de 2020. Para os homens, o valor ficou em R$ 3.533. Outro modelo a ter o preço do seguro reduzido para elas foi o Gol, cujo valor ficou 10,5% mais barato: de R$ 2.140, em janeiro, para R$ 1.914, em fevereiro. No que diz respeito aos homens, o carro mais vendido da Volkswagen teve a cotação média de R$ 2.954.

Leia mais: Minuto Seguros prepara leva de contratações para o 1º semestre de 2020

Na 8ª posição dos carros mais vendidos do Brasil em janeiro, o Argo subiu duas posições e terminou fevereiro como o 6º colocado. Além disso, foi mais um modelo em que o preço do seguro para as mulheres baixou em relação ao mês anterior: 3%, já que passou de R$ 1.929 em para R$ 1.872. Para o público masculino, houve elevação de 13,2% no preço do seguro para o modelo da Fiat, que fechou o mês com o valor médio de R$ 2.624. O Novo Polo, na 7ª posição, ficou com a cotação média para o público feminino em R$ 1.679, o que significa 7% a menos do que o preço de janeiro. Já os homens pagam, em média, R$ 2.527 para o seguro do sedã da montadora alemã.

Análise do preço do seguro dos mais vendidos

O preço médio do seguro de todos os 10 veículos da lista entre as capitais cotadas foi de R$ 2.725 para os homens e de R$ 1.903 para as mulheres.

O valor médio do seguro mais barato para o público masculino, em janeiro, ficou com o Renault Kwid. No levantamento realizado, os homens pagam R$ 2.117. Enquanto isso, o posto de valor médio do seguro mais alto ficou com o Renegade: R$ 3.739. Para as mulheres, o menor preço médio do seguro registrado em janeiro foi o do Ford KA: R$ 1.455. O mais caro foi, assim como para o público masculino, o Renegade: R$ 2.735.

Para realizar o estudo, a seguradora considerou como perfil um condutor homem e uma condutora mulher, de 35 anos, ambos casados. Foram avaliados os preços dos seguros em cinco capitais: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Campo Grande (MS), Porto Alegre (RS) e Salvador (BA).

Quem paga menos pelo seguro?

Dentro destes perfis mencionados, o preço do seguro para o Kwid é o que apresenta a menor diferença entre as capitais cotadas para homens. O valor mais alto está No Rio de Janeiro, com R$ 2.363, e o menor em Salvador, por R$ 1.935, uma distância de R$ 428. No contraponto de diferença de valores, ainda citando o público masculino, o Renegade é o que possui a maior diferença entre estados: R$ 1.964. A mais alta também no Rio de Janeiro, R$ 4.940, e a menor em Campo Grande, com R$ 2.976.

Para os homens, Campo Grande é a cidade com seguro mais barato: seis dos dez carros. Nos seguros com valores mais altos, o Rio de Janeiro é a cidade que detém os maiores preços: sete dos dez modelos. A capital do Mato Grosso do Sul registrou, também, o menor preço entre todos os modelos cotados no perfil masculino: R$ 1.810 para o Onix. O preço médio do seguro para homens, em São Paulo, para os 10 carros mais vendidos é de R$ 2.570, já no Rio de Janeiro, o valor é de R$ 3.140.

Agora, falando no perfil feminino, o Onix é o que apresenta a menor diferença entre as capitais cotadas, com uma diferença de R$ 294, do valor mais alto, que está no Rio de Janeiro, com R$ 1.746, para o mais baixo, que está em Porto Alegre, com R$ 1.452. Em outra comparação, o Renegade ficou com a maior distância de valores: R$ 1.207. A maior no Rio, com R$ 3.532 e a menor, em Campo Grande, com R$ 2.325. No âmbito do público feminino, Florianópolis também é a cidade com o seguro mais barato: oito dos dez carros. Já os valores maiores estão concentrados no Rio de Janeiro: sete dos dez veículos cujo seguro tem maior preço ficam na capital carioca. O menor valor entre todos os modelos e capitais cotados no perfil feminino ficou com São Paulo: R$ 1.122 para o KA. O preço médio do seguro na capital paulista, para as mulheres, ficou em R$ 1.751 e no Rio de Janeiro, R$ 2.239.

Tabela com os valores do seguro

Detalhes da cotação

Capitais: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Campo Grande (MS), Porto Alegre (RS) e Salvador (BA).
Seguradoras: Azul, Aliro, Allianz, Bradesco, HDI, Itaú, Liberty, Sompo Seguros, Mapfre, Mitsui, Porto Seguro, Tokio Marine e Sulamerica.
Perfil: Homem e mulher, 35 anos, casado(a).
Plano: Cobertura de terceiros de R$ 100 mil

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta