Pelo segundo ano consecutivo, a Argo Seguros registrou o melhor desempenho de sua história no ramo de Transportes. De acordo o último relatório divulgado pela Susep, a empresa cresceu mais de 50% nesse segmento entre dezembro de 2018 e o mesmo período no ano passado.

Segundo a autarquia, a companhia alcançou R$ 154,7 milhões em prêmios emitidos, bem acima dos R$ 100,9 milhões registrados no ano retrasado. Atualmente, a seguradora está entre as dez principais organizações no segmento, atrás somente de companhias estabelecidas há mais tempo no mercado e com infraestrutura maior.

Para Ivor Moreno, head Marine da Argo Seguros, parte do resultado é fruto da combinação das ações de relacionamento promovidas juntos aos parceiros comerciais e dos constantes investimentos realizados em tecnologia.

Leia mais: Argo Seguros lança nova plataforma digital para parceiros

Ivor Moreno

“Buscamos ser bastante próximos de players, corretores e assessorias que atuem mais com comércio exterior. Fizemos road shows ao longo do ano e promovemos diversos treinamentos. Além disso, oferecemos via internet o seguro de Cargas, que permite a cotação, contratação e a emissão em poucos minutos”, afirma o executivo.

 

Mariana Miranda

Já Mariana Miranda, head Marine & Corporate Sales da empresa, lembrou ainda que o atendimento de sinistro e o suporte no dia a dia são outros importantes diferenciais. “Temos um portfólio equilibrado entre embarcadores e transportadores, com soluções específicas para cada perfil de operação. Buscamos entender nichos e contribuir com boas práticas, mesmo para empresas que não são nossos segurados”.

O desempenho também foi comemorado pelo CEO e presidente da companhia, Newton Queiroz. “Estamos fazendo um grande trabalho no Brasil, onde crescemos 30% em prêmio emitido no ano passado. Em apenas oito anos de atuação, já somos a primeira em seguros para bicicletas e em Responsabilidade Civil para Médicos. Tudo isso é resultado da nossa estratégia de expansão e das novas parcerias regionais que estamos construindo”.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta