Werner Suffert

EXCLUSIVO – O administrador Werner Suffert é o novo vice-presidente Executivo, Financeiro e de Relações com Investidores do IRB Brasil RE. O executivo, que ocupou o posto de CFO e diretor de Relações com Investidores da BB Seguridade pelos últimos seis anos, também assume a posição de CEO interinamente, até a nomeação de um profissional para a função.

“Werner é um profissional extremamente qualificado, reconhecido e reputado pela sua trajetória, que será fundamental para a boa relação do IRB Brasil com os acionistas e mercados em geral”, diz Pedro Guimarães, presidente interino do Conselho de Administração do IRB Brasil, que completa: “Sua extensa experiência no setor de seguros será fundamental para a sequência da companhia, que trilha o caminho da solidez e dos bons resultados”.

Ações em queda

O IRB-Brasil Re atravessa um momento extremamente delicado. Suas ações chegaram a cari 41% na manhã de ontem (quarta-feira), após a Berkshire Hathaway desmentir que havia aumentado seus investimentos na resseguradora. Em comunicado ao mercado, a empresa do megainvestidor Warren Buffet negou ter qualquer participação acionária no IRB. “A Berkshire Hathaway atualmente não é acionista, nunca foi acionista do IRB e não tem intenção de se tornar acionista do IRB”, dizia trecho do comunicado. A notícia desta participação havia sido divulgada pela Agência Estado.

Antes disso, em fevereiro, a gestora Squadra já havia enviado comunicado aos seus cotistas citando uma possível fraude contábil no balanço da resseguradora. “Chama a atenção que tenhamos no Brasil a empresa distanciadamente mais rentável e mais cara do mundo no segmento”, dizia trecho da carta.

Leia mais: IRB, Austral Seguradora e Hiscox lançam seguro de descomissionamento

Entre um coisa e outra, a Squadra ainda enviou outros dois comunicados aos seus cotistas e o IRB viu o presidente do seu Conselho de Administração, Ivan Monteiro, pedir demissão do cargo.

O IRB Brasil Re emitiu um comunicado ontem no qual explica que o “o Conselho de Administração da Companhia se reuniu e determinou à Diretoria Estatutária que promova uma análise criteriosa a partir das notícias divulgadas na data de ontem relativas à sua base acionária”.

Kelly Lubiato
Revista Apólice

Deixe uma resposta