Em evidência na sociedade, a saúde mental é o tema da nova campanha de comunicação da Amil. A proposta é gerar reflexão sobre a importância do assunto em todas as fases da vida, com base em estatísticas, dicas para incrementa-la e explicações sobre o papel dos profissionais de saúde no apoio aos pacientes. Com base na consultoria de médicos e especialistas e após um mergulho no universo do adoecimento emocional, o resultado é uma ação publicitária que toca nas questões mais críticas desse universo.

Assinada pela Flag Comunicação, a campanha tem como peça central um filme de 1’30”, divulgado nos canais da marca e nas redes sociais, além da criação de uma landing page com dicas para uma vida leve. Além disso, foi feita uma parceria com o Greengo Dictionary, que publicou oito cards traduzindo expressões brasileiras estressantes. Entre elas, “pass by RH” (passa no RH), “Invoice” (boleto) ou ainda “It’s for yesterday” (é pra ontem). O post Carrossel finaliza com “catch light” (pega leve), chamando a atenção para a campanha da operadora. Os próximos passos da ação envolvem a veiculação de dois podcasts, o primeiro com o tema “Como a tecnologia afeta a saúde mental”, publicado pelo Braincast B9. O segundo podcast tem como tema “Saúde mental no trabalho”, a ser publicado no Estamos Bem. Também estão sendo feitas parcerias com microinfluenciadores digitais, entre eles P. Lanza e Cynthia Macarrão.

Com 30% dos brasileiros com Síndrome do Esgotamento Profissional (Burnout), a campanha circulará prioritariamente em regiões com grande densidade de escritórios. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), neste ano, a depressão será a doença mais incapacitante do planeta. No Brasil, quase 6% da população, um total de 18,9 milhões de pessoas, convive com o transtorno de ansiedade e 5,8% da população já foi diagnosticada com depressão. Os números podem ser ainda mais alarmantes, considerando as pessoas que evitam buscar ajuda com receio de sofrerem preconceito.

Leia mais: Amil Dental lança linha premium para clientes corporativos

Raony Araújo, gerente de marketing digital da empresa, explica que a campanha vem complementar um movimento já iniciado pela companhia em 2018, com o lançamento de um programa de saúde mental que oferece aos seus clientes atendimento multidisciplinar com médico de família, psiquiatra, psicólogo e assistente social. “Queremos que as pessoas reflitam sobre essa pressão que vem condicionando o estilo de vida moderno e que é importante buscar orientação e ajuda profissional quando preciso. Mesmo em 2020, o assunto saúde mental ainda é tabu para muitas pessoas e é preciso derrubar a resistência ao falar desse tema abertamente. Para ampliar esse diálogo, tivemos a preocupação em usar uma linguagem fácil, desde os posts até o jingle da campanha”, afirma o executivo.

Henrique Prado, diretor da Flag, destaca que “parte importante da estratégia era alinhar o discurso da campanha com as percepções e experiências dos profissionais que acolhem as pessoas com esse tipo de problema, garantindo convergência com seus esforços e uma atitude ainda mais positiva e proativa na construção do bem-estar que todos buscam”.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta