(FOTO: Portal T5)

ATUALIZADO DIA 03/02/2020 ÀS 09:42

EXCLUSIVO – Há cerca de duas semanas a população está sofrendo com chuvas intensas em grande parte da região Sudeste do Brasil, mais especificamente no Espírito Santo e em Minas Gerais.

A causa primária das tempestades nos dois primeiros dias, entre os dias 17 e 18 de janeiro, foi a passagem de uma frente fria no litoral do Rio de Janeiro associada ao calor e a umidade presentes no continente. Nesse tempo, uma das áreas mais afetadas foi o Sul do ES, onde estão localizados os municípios de Iconha e Alfredo Chaves. Em Minas Gerais foram registradas 55 mortes provocadas pela chuva até o momento.

Dados do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) apontam, por exemplo, que na capital mineira, o total acumulado de 809,7 mm representa um valor duas vezes e meia acima da média climatológica para o mês de janeiro, que é de 329,1 mm. Além disso, janeiro de 2020 representa o mês mais chuvoso de toda a série histórica da cidade.

Sendo assim, muitos consumidores do seguro empresarial, residencial e do seguro auto foram prejudicados pela chuva e tiveram suas casas, comércios e veículos afetados de alguma forma.

Leia mais: Chuvas e enchentes: saiba o que fazer caso esteja dirigindo

O estrago causado pela água é tão grande que mais de 40 mil pessoas estão desalojadas e cerca de oito mil estão desabrigadas em Minas Gerais. Segundo o boletim divulgado pela Defesa Civil, 65 pessoas ficaram feridas e uma está desaparecida.

Na Sompo Seguros, mesmo ainda não havendo um número expressivo de sinistros, foi implementado um plano de contingenciamento que visa dar atendimento prioritário aos segurados atingidos. “Nessas situações, trabalhamos com prioridade máxima ao atendimento, visando indenizarmos os prejuízos em menor prazo possível”, afirma Andreia Paterniani, diretora de Sinistros na companhia.

De acordo com a assessoria de imprensa da SulAmérica, a empresa está acompanhando, duas vezes por dia, a relação de acionamentos de Assistência e abertura de avisos relacionados à enchente e aos alagamentos na região mineira. A regulação está priorizando as vistorias desses casos para rápida definição do atendimento.

A Mapfre também adotou um plano de emergência para atender aos clientes afetados no estado. Os segurados podem acionar a empresa 24 horas pelo telefone 0800 775 4545. O gerente da sucursal de Belo Horizonte da companhia, Hamilton de Souza, afirma que o plano foi estruturado a partir dos incidentes semelhantes que ocorreram em anos anteriores.

“A ação envolve iniciativas em diferentes frentes, considerando desde o remanejamento de guinchos para agilizar o socorro aos clientes, até o reforço do time de peritos e inspetores visando acelerar a análise dos sinistros”, ressalta o executivo.

A Bradesco Auto/RE também iniciou o plano de contingência para atendimento de sinistros de seguros de automóveis e residenciais. Somente nas duas primeiras semanas de operação, a seguradora foi acionada 127 vezes para reparos de danos emergenciais e a estimativa total de avarias ultrapassa o valor de R$ 1,8 milhão.

“Para manter o atendimento oferecido aos segurados, mesmo em um período de adversidade, reforçamos o contingente interno para dar suporte ao aumento na demanda, a fim de agilizar o processo de indenização” comenta Carlos Eduardo Oliva, superintendente Executivo da companhia.

Nicole Fraga
Revista Apólice

Deixe uma resposta