A Prudential do Brasil anunciou os vencedores da edição 2019 do Prêmio Prudential Espírito Comunitário, projeto da seguradora que tem o objetivo de incentivar e reconhecer jovens entre 14 e 19 anos, de todo o país, que realizam trabalho voluntário. A cerimônia de premiação aconteceu nesta terça-feira, 10 de dezembro, no teatro da seguradora, localizado no RJ. Entre os dez projetos selecionados para a final, duas ações, uma de Goiás e a outra do Rio de Janeiro, foram as grandes vencedoras da noite.

Iago Lima Prado, de 16 anos e natural de Itumbiara (GO), conquistou o primeiro lugar na premiação, com o projeto de fertilizantes naturais produzidos a partir do soro de leite descartado por empresas de laticínios. A iniciativa já impactou mais de 60% dos produtores rurais da região onde mora e o jovem já firmou parceria com diversas empresas. Prado receberá o valor de R$ 25 mil, recurso que poderá ser investido para desenvolver ainda mais o seu projeto. “É uma honra conquistar o Prêmio. Só tenho a agradecer a todos que sempre acreditaram em mim. Costumo dizer que os jovens têm a grande capacidade de mudar o mundo e, quando incentivados, têm ainda mais vontade de trabalhar. Esse prêmio é mais um estímulo para mim e espero ser uma inspiração para outros”, afirmou.

O segundo lugar ficou com Luíza dos Santos Travassos, de 15 anos, do Rio de Janeiro. Apaixonada por futebol, a jovem recebeu o prêmio de R$ 10 mil que poderá ser revertido para seu projeto, o ‘Uma Bola Causa’, que distribui bolas para crianças e adolescentes em comunidades carentes da cidade e promove palestras de incentivo ao esporte como ferramenta de inclusão social. “Estou muito feliz com a premiação e em ter sido escolhida entre tantos projetos incríveis. Só em 2019, a campanha impactou mais de 200 crianças no estado e é um orgulho receber mais esse incentivo para continuar um projeto que tem o poder de transformar vidas por meio do esporte”, revela.

Os dois vencedores também terão a oportunidade de participar da cerimônia do The Prudential Spirit of Community Awards, que acontecerá em Washington, nos Estados Unidos, no primeiro semestre de 2020. O evento reunirá os vencedores dos prêmios realizados nas operações internacionais da seguradora nos EUA e em mais seis países.

O gosto desta experiência também foi relembrado por jovens vencedores de outras edições do Prêmio, que marcaram presença no evento para prestigiar os finalistas. “Estou surpreso e muito feliz em acompanhar como o Prêmio vem crescendo ao longo dos anos, reunindo projetos que impactam cada vez mais pessoas e, agora, em âmbito nacional”, ressaltou Vinícius Cavalcanti, medalha de ouro da edição 2018 com o projeto ‘Grandes A(l)titudes’, voltado para melhorar a qualidade de ensino em escolas públicas.

A cerimônia contou com a apresentação da atriz Leandra Leal e reuniu mais de 250 pessoas entre executivos e funcionários da companhia, amigos e familiares dos jovens finalistas e representantes de escolas, ONGs e de instituições do mercado segurador. Foi aberta por um coquetel, além de um pocket show com clássicos da MPB promovido pela Aventura Entretenimento.

Leia mais: Prudential do Brasil tem novo CIO

Sobre a edição 2019 do Prêmio

A edição 2019, pela primeira vez em cinco anos, abriu espaço para jovens voluntários de todo o país. Teve recorde de projetos inscritos. Foram 1.638, 52% a mais do que no ano passado, além de 19 estados participantes. Também foi a edição com mais meninas inscritas, pois 67% das iniciativas recebidas pela seguradora eram comandadas por elas.

Os jovens finalistas representaram os estados do Rio de Janeiro (4), Minas Gerais (1), Pará (1), Bahia (1), São Paulo (1) e Goiás (2) e os critérios de seleção levaram em conta pontos como esforço, impacto social, desenvolvimento pessoal e inspiração.

Sobre o Prêmio Prudential Espírito Comunitário

A campanha já doou mais de R$ 80 mil para instituições filantrópicas. É a versão brasileira do “The Prudential Spirit of Community Awards”, criado pela Prudential Financial, Inc., em 1995, com objetivo de incentivar e reconhecer os jovens que realizam trabalho voluntário. O programa já foi desenvolvido em outros países em que a companhia possui operações e, desde 2015, já premiou, nos EUA, mais de 150 mil jovens. A edição brasileira é a única na América Latina.

Para participar, é preciso ter entre 14 e 19 anos e estar regularmente matriculado no ensino médio de escolas públicas ou particulares de todo o país. O candidato deve atuar em ações ou projetos que contribuam para melhorar a vida das pessoas que habitam a sua comunidade.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta