De acordo os com dados do Portal do Empreendedor, administrado pelo governo federal, o número de microempreendedores individuais (MEIs) no Brasil ultrapassou a marca de 9 milhões de pessoas. O levantamento, divulgado em outubro, mostra que houve aumento de 21,6% em comparação com o mesmo período do ano passado. Esse número só aumenta e reforça também a necessidade de ter um seguro empresarial.

“É muito importante que quem empreende no Brasil se atente a esse tipo de situação. Independentemente da estrutura física ou do tamanho da empresa, os locais sempre estão sujeitos a imprevistos e é preciso resguardar-se com possíveis danos”, afirma Antonio Santos, gerente de Ramos Elementares da Porto Seguro.

O seguro empresarial conta, por exemplo, com cobertura para danos materiais causados à empresa por incêndio, explosão, implosão, queda de aeronave ou fumaça, mesmo se iniciarem fora do local segurado. Essa cobertura pode amparar tanto a estrutura física quanto o mobiliário e as mercadorias.

“No caso de um incêndio, por exemplo, o prejuízo para quem não conta com o seguro pode ser incalculável e muitos brasileiros tem empreendido para garantir ou reforçar sua renda. Por isso, é importante garantir essa tranquilidade”, ressalta o executivo.

Leia mais: Porto Seguro amplia sua atuação no mercado livre de energia elétrica

N.F
Revista Apólice

Deixe uma resposta