Com o avanço da inovação tecnológica, os novos modelos de negócios estão centrados na experiência do cliente, pois é ele quem dita o tom das mudanças necessárias e aponta as fragilidades de seguradoras, corretoras e distribuidores de seguros. Por isso, é cada vez mais importante que o mercado de seguros aprenda a prestar atenção às opiniões e demandas dos consumidores.

Uma das novas tendências nesse setor é o uso das mídias sociais. Elas aparecem como ferramentas que podem dar vez e voz aos clientes. Logo, desempenham um papel importante nesse processo, pois facilitam a coleta de impressões e informações dos segurados.

As corretoras de seguros têm condições de fazer os ajustes necessários na estratégia e se antecipar, solucionando problemas emergentes antes mesmo que eles ganhem escala e mitigando possíveis impactos. Muito além de proporcionar interação e relacionamento com os segurados, as mídias sociais entregam informações valiosas sobre o comportamento e a experiência do cliente.

Uma das tendências no mercado segurador é o uso de critérios cada vez mais refinados para definição de perfil de cliente. Em vez de levar em conta somente fatores de classificação brutos, como idade e condição civil, as empresas passam a usar informações mais exatas sobre o comportamento do cliente para definir o preço de uma apólice, por exemplo. Contudo, é necessário construir uma estratégia adequada para manter presença digital.

Primeiro, é essencial monitorar tudo o que é dito sobre a empresa nas redes sociais: reclamações, relatos, comparações e sugestões. Depois deste mapeamento inicial é hora de estabelecer um canal de comunicação com os segurados, buscando acompanhar e melhorar a experiência do cliente.

A partir dessas interações, é possível, inclusive, obter insights para o desenvolvimento de um novo produto ou ideias para aperfeiçoar os antigos. Do mesmo modo, os dados obtidos também indicam melhorias necessárias no atendimento ao cliente, como call center ineficientes, por exemplo.

Uma vez construído o relacionamento com os segurados nas mídias sociais, é possível avançar mais e começar a utilizar as redes como ferramenta de publicidade. No entanto, para ter sucesso com essa estratégia, é preciso acertar no tom e na abordagem da mensagem. Um dos maiores desafios é produzir conteúdo relevante e que seja capaz de informar e convencer o segurado. Acima de tudo, você precisa aliar a credibilidade a um conteúdo de qualidade, aumentando a chance de aceitação da marca e de possibilidade de negócios.

Veja mais sobre o tema no site da GR1D Insurance.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta