A saúde está entre as principais preocupações dos brasileiros. Pesquisas recentes revelam que o tema, em conjunto com a dificuldade financeira para pagar tratamentos, está no topo da lista do que tira o sono dos brasileiros. Soma-se ainda o fato de que três milhões de pessoas perderam acesso a planos de saúde privados nos últimos quatro anos. Com o crescimento acelerado da expectativa de vida, a proteção financeira torna-se fundamental para enfrentar os problemas de saúde.

Com esse cenário, a Prudential do Brasil lançou novas possibilidades de proteção à saúde. O produto, chamado DDR Modular, tem como foco a proteção ampliada de doenças graves, incluindo quatro módulos que englobam 25 doenças e procedimentos. Possibilita ainda o pagamento de até duas indenizações para doenças cobertas em módulos distintos e 50% adicional ao capital segurado para mulheres que tenham câncer de mama diagnosticado em estágio avançado e homens com câncer de próstata na mesma situação.

O seguro será comercializado como uma cobertura opcional, não sendo vendida separadamente, mas sim, fazendo parte de um plano de proteção mais amplo. Ela é dividida nos módulos “Câncer”, “Doenças Cardiovasculares”, “Falência de Órgãos” e “Doenças Neurológicas”.

“Ao olhar as doenças que mais afetam a população brasileira de acordo com a OMS, desenvolvemos esse produto com conceito de módulos que atendam às necessidades das pessoas e, quando possível, as ajudem em suas recuperações. Só quem já viveu o impacto de uma doença grave sabe o quão devastador é esse momento para a pessoa e sua família, sendo importante receber uma indenização em vida”, destaca a vice-presidente de Marketing & Digital da seguradora, Aura Rebelo.

Cada módulo engloba uma série de doenças como: câncer, infarto agudo do miocárdio, derrame, doença pulmonar crônica, esclerose múltipla, Parkinson idiopático, Alzheimer entre outras. Com o novo produto, a empresa estende a cobertura para procedimentos como transplante de medula óssea, coração ou rins, cirurgias coronarianas (bypass), cirurgia das válvulas cardíacas e situações como cegueira (perda profunda da visão), surdez (profunda e irreversível) e coma por traumatismo crânio-encefálico (TCE).

Leia mais: ‘You Rock Awards 2020’ é nova campanha da Prudential do Brasil

Acesso à cobertura

Para ter acesso à cobertura, o cliente passará por um processo de análise do seu histórico e condição de saúde e, após ser aprovado, poderá ter acesso a três ou quatro módulos do produto. “Esse é um diferencial. O seguro sempre será aplicado para os quatro módulos da cobertura e, caso o cliente não seja aceito em um dos módulos por pré-existência ou histórico familiar, poderá contar com a proteção nos outros três. Anteriormente, ao ser rejeitado no momento da subscrição, o consumidor não conseguia contratar a cobertura opcional de doenças graves”, explica o gerente de Produtos da companhia, Sandro Cespes.

O executivo traz ainda mais detalhes sobre como funciona essa contratação e o processo de indenização. “Para tornar esse conceito modular mais claro, imagine que um cliente foi aceito nos quatro módulos de coberturas. Se ele apresentar um sinistro (um evento coberto) de uma das doenças do módulo Doenças Cardiovasculares, um infarto por exemplo, ele será indenizado. A grande novidade é que a cobertura dele continuará vigente para os outros três módulos. Então, se esse mesmo segurado apresentar um segundo sinistro, por exemplo, uma pancreatite crônica, prevista em um dos outros três módulos, ele será indenizado novamente. Somente após o segundo sinistro é que a cobertura é encerrada. Atualmente, o mercado permite apenas um único sinistro nesse tipo de segmentação para encerrar a apólice”.

Indenização adicional para doenças em estágio avançado

Outra característica que torna o DDR Modular um produto diferenciado no mercado é a oferta adicional de 50% ao capital segurado para mulheres que forem diagnosticadas com câncer de mama em estágio avançado e para homens que forem detectados com câncer de próstata, também nesta situação. Ou seja, se um cliente que tivesse direito ao benefício recebesse R$ 500 mil em indenização ao ser diagnosticado com câncer de próstata, no caso da descoberta do tumor em estágio avançado, o valor da indenização passaria a ser de R$ 750 mil.

O produto já está sendo comercializado para novas contratações de seguro de vida e apresentado ao público pelos corretores franqueados Life Planner e pelas corretoras de seguros das empresas parceiras da seguradora. A cobertura tem vigência de cinco anos e o capital segurado mínimo (valor de indenização) é de R$ 55 mil. Há carência de três meses para o primeiro sinistro e, no caso de o cliente possuir os quatro módulos, haverá uma carência de seis meses para o segundo sinistro, contados a partir da ocorrência do primeiro.

N.F.
Revista Apólice

Deixe uma resposta